Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 16 de julho de 2017. Atualizado às 22h42.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Clima

Notícia da edição impressa de 17/07/2017. Alterada em 16/07 às 21h20min

Temperatura cai, e neve pode chegar ao Rio Grande do Sul

Marcas baixaram mais de 10 graus entre sábado e domingo em Porto Alegre

Marcas baixaram mais de 10 graus entre sábado e domingo em Porto Alegre


MARCELO G. RIBEIRO/MARCELO G. RIBEIRO/JC
Desde ontem, os gaúchos sentem uma queda vertiginosa nas temperaturas. O arrefecimento culminará, hoje, em condições meteorológicas favoráveis à ocorrência de queda de neve na região da serra gaúcha e no Planalto Sul de Santa Catarina, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).
Até mesmo em Porto Alegre, onde as marcas sempre ficam acima das registradas no Interior, a há previsão de marca negativa na quarta-feira. Hoje, conforme a MetSul Meteorologia, os termômetros registrarão entre 4 e 14 graus. Amanhã, a mínima cairá para 1 grau, e a máxima, para 14 graus. Na quarta-feira, chegará a -1 grau, mas a máxima sobe para 17 graus.
A expectativa da MetSul é de frio, neve e geada extrema neste começo de semana. Uma poderosa massa de ar de origem polar tomará conta hoje do território gaúcho, afetando, na sequência, outras regiões do País. Quase todos os modelos numéricos analisados pela MetSul coincidem em indicar a ocorrência de neve hoje na região Sul, mas divergem acerca da abrangência do fenômeno, a intensidade e o período favorável do dia.
É alta a possibilidade de nevar nas áreas em que o fenômeno tradicionalmente costuma se dar, como os Aparados da Serra e o Planalto Sul Catarinense. Pode nevar em municípios da serra gaúcha com altitudes entre 600 e 800 metros, mas menos. Permanece ainda chance de ocorrência de neve em pontos acima de 400 a 500 metros da Serra do Sudeste, Centro do Estado, Alto Jacuí, Planalto Médio e Alto Uruguai, mas com chance pequena a média. Na Metade Norte, pelas maiores altitudes, a cobertura de nebulosidade deve permanecer por mais tempo com a influência do vento que determina levantamento vertical e estimula nuvens, além da presença de um cavado polar (área de menor pressão atmosférica). É muito possível que haja acumulação, mas em áreas de maior altitude, entre os Aparados e o Planalto Sul. Nestas regiões é factível que ocorram períodos de neve forte, logo é recomendável ter muita atenção ao dirigir.
Vento e ar muito gelado podem provocar "geada negra" em locais mais altos do Sul do Brasil durante a segunda-feira. Com tempo aberto e vento fraco a calmo durante as madrugadas de terça e quarta-feira, se espera geada generalizada no Rio Grande do Sul e na maior parte do Sul do Brasil, e que deve ser forte a intensa na maioria das cidades. Espera-se, também, geada em Porto Alegre e arredores.
No Rio Grande do Sul, a MetSul antecipa mínimas ao redor de zero ou abaixo de zero grau em quase todos os municípios, inclusive na Região Metropolitana, que pode ter marcas tão baixas quanto -1 a -3 graus em alguns pontos. Em Porto Alegre, alguns bairros devem ter entre -1 e 1 grau na quarta-feira.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia