Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 13 de julho de 2017. Atualizado às 23h12.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Segurança

Notícia da edição impressa de 14/07/2017. Alterada em 13/07 às 21h30min

Unidades da Fase ganham monitoramento por vídeo

O governo gaúcho inaugurou ontem o sistema de videomonitoramento na Fundação de Atendimento Socioeducativo do Rio Grande do Sul (Fase). Serão 828 câmeras ao todo, instaladas em pontos estratégicos da sede administrativa e de 12 unidades de internação. O objetivo é diminuir as fugas de menores infratores, bem como evitar ataques e vandalismo contra as unidades.
A estrutura envolve investimentos de R$ 2,59 milhões, em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O convênio para videomonitoramento havia sido assinado em março deste ano.
O primeiro local beneficiado é o Centro de Atendimento Socioeducativo Regional de Porto Alegre 1 (Case POA 1), na Vila Cruzeiro. Unidades nas cidades de Pelotas, Santo Ângelo, Passo Fundo, Uruguaiana, Caxias do Sul e Novo Hamburgo também devem receber os equipamentos. A previsão é que a implantação das câmeras esteja concluída até o fim do ano.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia