Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 16 de julho de 2017. Atualizado às 20h42.

Jornal do Comércio

Vídeos JC

COMENTAR

Trabalho


Dilma diz que está de luto pela aprovação da reforma trabalhista

Publicado em .

Um dia depois da aprovação da reforma trabalhista no Senado e já sancionada por Michel Temer, a ex-presidente Dilma declarou, em Porto Alegre, seu sentimento: "Hoje estou de luto pelo Brasil". A ex-presidente disse que as mudanças não vão resolver o problema de emprego e nem levará a crescimento do País. "E não são estudos - e não são estudos esquerdistas bolivarianos, mas do Bird e do Fundo Monetário Internacional (FMI), que mostram que não há evidência disso, que produz mais desenvolvimento."
Esta seção tem o apoio do
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia