Porto Alegre, sábado, 15 de julho de 2017. Atualizado às 16h07.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

CCJ da Câmara aprova relatório que sugere arquivamento do processo contra Temer

Logo após rejeitar o parecer pela admissibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer, na última quinta-feira (13), a Comissão de Constituição de Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara (foto) aprovou o relatório substitutivo que sugere o arquivamento do processo. O parecer alternativo foi aceito por 41 votos a favor e 24 votos contra, além de uma abstenção. O texto contesta a acusação de que Temer teria cometido o crime de corrupção passiva. A CCJ escolheu um novo relator, leu e votou o novo parecer contra a denúncia em pouco mais de uma hora. O novo parecer pela não admissibilidade da denúncia apresentada pela Procuradoria geral da República (PGR) foi lido pelo deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) e questiona a validade técnica das provas apresentadas pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Após a aprovação do parecer na CCJ, ele terá que ser votado no plenário da Câmara, o que ainda não há data para ocorrer. Para que a denúncia possa ter prosseguimento são necessários os votos favoráveis de 342 depuatdos. Caso contrário, ela será arquivada.
 

FOTO Cleia Viana/Câmara dos Deputados/Divulgação/JC