Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 16 de julho de 2017. Atualizado às 15h42.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

fórmula 1

Alterada em 16/07 às 15h46min

Pirelli explica problemas de Raikkonen e Vettel no GP da Inglaterra

Folhapress
A Pirelli explicou que as falhas de pneus que fizeram os dois pilotos da Ferrari, Kimi Raikkonen e Sebastian Vettel, perderem posições nos momentos finais do GP da Inglaterra foram diferentes. O finlandês vinha em segundo lugar quando teve um furo no pneu e foi obrigado a parar e, ainda assim, chegou em terceiro.
Já o alemão, que viu sua vantagem na liderança do campeonato cair de 20 para um ponto, teve uma falha a uma volta do final e perdeu três posições nas últimas curvas, caindo de quarto para sétimo.
De acordo com a investigação inicial da Pirelli, a borracha do pneu de Raikkonen se desgastou totalmente, causando uma perda de pressão interna. Já Vettel teve uma delaminação, que pode ter sido causada por algum detrito na pista. Isso, mesmo que os pneus do alemão estivessem mais usados que os de Raikkonen.
Uma das possibilidades levantadas pela Pirelli é que a delaminação do pneu de Vettel seja resultado de uma fritada forte que o alemão deu quando disputava posição com Valtteri Bottas.
A falha surpreendeu Vettel. "Acho que foi uma surpresa para nós dois. Não acho que deveria culpar alguém. A sensação era de que os pneus estavam ok e acabou acontecendo comigo e com Kimi, cujos pneus eram cinco ou seis voltas mais novos", aponntou Vettel.
Vendo os problemas das Ferrari, a Red Bull chegou a fazer uma parada por precaução com Max Verstappen no final e até Lewis Hamilton, que venceu com tranquilidade a décima etapa do campeonato, revelou que tomou cuidado na parte final. "Quando me avisaram do que aconteceu, eu tirei o pé e comecei a não acelerar tudo na saída das curvas", explicou o inglês a reportagem. "Eu também tinha bolhas nos meus pneus no final."
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia