Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 17 de julho de 2017. Atualizado às 22h41.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Petróleo

Notícia da edição impressa de 18/07/2017. Alterada em 17/07 às 21h40min

Pré-sal atinge novo recorde de produção em junho, segundo a Petrobras

Impulsionada pela atividade dos campos da região do pré-sal da Bacia de Santos, a Petrobras atingiu, em junho, um novo recorde na produção de petróleo e gás natural, com uma produção de 2,81 milhões de barris de óleo equivalente por dia (petróleo e gás).
Os dados indicam que, desse total, 2,7 milhões barris de óleo equivalente foram produzidos no Brasil e 113 mil no exterior. Somente nos campos do País, a produção média de petróleo foi de 2,2 milhões de barris por dia, volume 0,6% superior ao de maio.
O resultado se deve, principalmente, segundo a Petrobras, ao retorno da produção da plataforma P-43, localizada nos campos de Barracuda e Caratinga, na Bacia de Campos, e do FPSO Cidade de Mangaratiba, no campo de Lula, no pré-sal da Bacia de Santos, após paradas programadas pela companhia.
Já a produção de gás natural nos campos do País, ainda em junho, excluído o volume do gás liquefeito, foi de 80,3 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d), volume 1,8% acima do mês anterior. Neste caso, o aumento decorre, principalmente, do retorno à produção do FPSO Cidade de Mangaratiba.
Os dados divulgados pela Petrobras indicam que a produção de petróleo operada pela estatal brasileira e pelos seus parceiros na camada do pré-sal atingiu, em junho, dois novos recordes, o mensal, com a produção de 1,35 milhão de barris de petróleo de média diária, e, em um único dia, com a produção alcançada no último dia 19 de junho, de 1,42 milhão de barris.
Também foi recorde a produção de petróleo e gás natural ao alcançar o novo patamarde 1,69 milhão de óleo equivalente por dia.
Contribuíram para esse resultado também o início da produção da plataforma P-66, no campo de Lula, e a entrada em produção, ao longo deste ano, de novos poços produtores conectados aos FPSOs Cidade de Caraguatatuba, Cidade de Ilhabela, Cidade de Maricá, Cidade de Mangaratiba e Cidade de Saquarema - todos instalados na Bacia de Santos.
A Petrobras fechou o mês de junho com uma produção média diária de petróleo nos campos do exterior de 65 mil barris, volume 0,1% acima do mês anterior. Já a produção de gás natural foi de 8,1 milhões de metros cúbicos por dia, volume que, no entanto, ficou 13% abaixo do volume produzido em maio deste ano.
 

Preço da gasolina sobe 0,7%; diesel tem alta de 0,8%

A Petrobras anunciou novo aumento de 0,7% no preço da gasolina nas refinarias e alta de 0,8% no diesel a partir de hoje. A nova política de revisão de preços foi divulgada no dia 30 de junho.
A Petrobras espera acompanhar as condições do mercado e enfrentar a concorrência de importadores. Em vez de esperar um mês para ajustar preços, a Petrobras agora avalia todas as condições do mercado para se adaptar, o que pode acontecer diariamente.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia