Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 17 de julho de 2017. Atualizado às 08h22.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Varejo

Notícia da edição impressa de 17/07/2017. Alterada em 17/07 às 08h23min

Praia de Belas Shopping investe em novos serviços

Maurício Bakos completou um ano como gerente do centro comercial

Maurício Bakos completou um ano como gerente do centro comercial


FREDY VIEIRA/FREDY VIEIRA/JC
Adriana Lampert
Ao completar um ano de gerência do Praia de Belas Shopping, Maurício Bakos, 39 anos - que foi varejista do segmento de fechaduras e acessórios para casa, no período de 2001 a 2011 - comenta que, antes do atual desafio, fez escola em outros shoppings. Gaúcho, de Porto Alegre, recentemente voltou à Capital vindo do Paraná, onde administrou três empreendimentos: dois shoppings Catuaí (em Londrina e em Maringá), e o Shopping Curitiba, na capital paranaense - todos da BRMalls. No Rio Grande do Sul, Bakos já havia trabalhado no Shopping Iguatemi de Caxias do Sul. O gerente conta que se surpreendeu positivamente com o Praia de Belas, especialmente com o posicionamento de mercado do shopping, que oferece muitas alternativas em serviços. Dentro da nova estratégia adotada pelo centro de compras, recentemente foi inaugurado o posto de emissão de passaportes da Polícia Federal (que, após um ano e meio de negociações, passou a operar exclusivamente no empreendimento). "Esse é um serviço muito importante para o público", destaca Bakos.
Jornal do Comércio - Como é a rotina de um gestor de um empreendimento do porte do Praia de Belas, com 235 operações?
Maurício Bakos - Meu escopo tem sete áreas, uma delas é justamente a de relacionamento com os lojistas.
JC - E nesta troca de ideias com os comerciantes, tu sentes que melhorou o ânimo em relação a expectativas de vendas, frente ao otimismo dos que afirmam que (parece que) o País "está saindo da crise"?
Bakos - A verdade é que não saímos ainda da crise. Quando olhamos o Grupo Iguatemi, começamos muito bem o nosso primeiro trimestre: crescendo 5,2% em vendas. No entanto, o apetite dos lojistas hoje está mais restrito, principalmente depois das políticas anunciadas pelo governo federal em maio. Por outro lado, estamos com uma série de novas operações chegando ao empreendimento: Sul Games; Elegance (lingeries) e Melbouts (moda plus size). Além disso, até o primeiro trimestre de 2018, vamos inaugurar a Decathlon, uma varejista francesa, de produtos esportivos, que está aterrissando no Sul do País. A loja vai ter 3,8 mil m2 de área e será a nova âncora do Praia de Belas - com isso, teremos 11 âncoras, espalhadas em todos os extremos dos três pisos do shopping.
JC - Quanto tempo durou esta negociação?
Bakos - Durou cerca de um ano e meio de conversas, até conseguirmos fechar com eles. A operação vai para a Ala Sul do nosso empreendimento, onde antes tinha uma reserva estratégica para uma nova âncora. Será uma obra complexa. Nos primeiros três meses, parte dela será executada pelo Praia de Belas, pois a estrutura precisará passar por uma transformação (funcionava como estacionamento). Depois, a varejista entra com os acabamentos, o que deve durar mais um quadrimestre. 
JC - Por outro lado, percebe-se que o Praia de Belas é estratégico também para marcas que têm recuado no mercado, a exemplo do supermercado Nacional.
Bakos - Sim, é notável que o grupo Walmart tem reestudado as estratégias no País. Uma das que eles estão adotando aqui, visivelmente, é a transformação das operações com bandeira Nacional em Walmart. Não temos sinalização de que isso vá acontecer no Praia de Belas, mas acredito que uma das coisas que os mantêm no empreendimento é a performance da operação. Nossa localização alcança o funcionalismo público do entorno e o polo jurídico.
JC - O Praia de Belas oferece uma gama de serviços, isso é uma tendência em shoppings centers?
Bakos - Sim, é uma característica forte nossa. Hoje, temos lavanderia, chaveiro, academia, salão de beleza, bancos, corte e costura. Buscamos muito operações de serviços que vão de encontro às necessidades dos clientes, principalmente considerando o público do entorno.
JC - Quais tuas metas como profissional de gestão do empreendimento?
Bakos - Colocar o Praia de Belas em um patamar diferente, qualificando-o cada vez mais. O empreendimento já se reinventou muito nos últimos anos, e esta é uma tendência que tem que seguir. Ter lojas exclusivas, mix diferenciados, trazer sempre uma novidade - como o Cine Psiquiatria ou a Feira Orgânica, que implementamos há pouco mais de um mês (acontece toda quinta-feira) no terceiro piso e que está sendo um sucesso - tudo isso é sempre um grande desafio. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia