Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 16 de julho de 2017. Atualizado às 22h42.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

serviços

Notícia da edição impressa de 17/07/2017. Alterada em 16/07 às 20h36min

Entidades querem melhorar o controle na área de telefonia

Levantamento realizado pelo Procon-RS mostra que o maior número de reclamações recebidas no órgão é relacionado a problemas na telefonia. Para melhorar os serviços do setor, representantes do Procon-RS e do Procon Porto Alegre, da Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados (Agergs) e da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) estiveram reunidos na sexta-feira.
Participaram do encontro a diretora executiva do Procon-RS, Maria Elizabeth Pereira; o conselheiro-presidente da Agergs, Alcebíades Santini; a diretora do Procon Porto Alegre, Sophia Martini Vial; o gerente regional da Anatel, Rafael de Lima; o assessor técnico da Anatel, Sidney Ochman; e o técnico em regulação da Anatel, Cristiano Dilli.
Na reunião, a Anatel buscou estreitar seu relacionamento com os Procons para melhor atender o consumidor. "A Anatel tem ciência do alto número de reclamações e está fazendo o máximo para diminuí-lo", ressaltou Lima.
A diretora do Procon-RS propôs uma parceria entre a Anatel e a Escola Superior de Defesa do Consumidor (ESDC) para informar a população, através de cursos, sobre assuntos relacionados à telecomunicação. "O consumidor sabe que tem seus direitos, mas não sabe quando buscá-lo", apontou o Santini.
Maria Elizabeth lembrou que, na quinta-feira, foi assinado um intercâmbio de informações com a Agência Nacional de Saúde (ANS) com o intuito de melhorar os serviços prestados pelos planos de saúde aos consumidores gaúchos.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia