Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 06 de julho de 2017. Atualizado às 23h54.

Jornal do Comércio

Automotor

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado

Notícia da edição impressa de 07/07/2017. Alterada em 06/07 às 22h01min

Agora nacional, Nissan Kicks ganha mais opções

Com pouco menos de um ano de lançamento, crossover já é o modelo da marca mais vendido no Brasil

Com pouco menos de um ano de lançamento, crossover já é o modelo da marca mais vendido no Brasil


NISSAN/DIVULGAÇÃO/JC
O crossover passa a ser fabricado no complexo industrial da Nissan localizado em Resende (RJ). Além da nova versão S com câmbio Xtronic CVT (continuamente variável), o Kicks incorpora recursos - alguns inéditos para o segmento - como alerta de colisão e assistente inteligente de frenagem (opcionais no top de linha SL). Outra novidade é o sistema multimídia Multi-App, que se aproxima de um verdadeiro tablet.
Esses acréscimos reforçam uma lista de equipamentos já robusta, que incluía, dependendo da configuração, câmeras 360 graus na carroceria, detector de objetos em movimento e o controle inteligente de chassi, que atua na suspensão e freios para maior estabilidade. O Kicks usa motor 1.6 16V de 114 cv de potência e 152 Nm de torque.
A família do modelo tem, como opção de entrada, por R$ 70.500,00, a versão S com câmbio manual. Nesse caso, já vem de fábrica com alarme perimétrico, coluna de direção com ajustes de altura e profundidade, direção com assistência elétrica, comandos do computador de bordo, telefone e rádio no volante, travamento central automático das portas com o veículo em movimento, entre outros. Controles de tração e estabilidade assistente de partida em rampa são opcionais dentro do pacote Safety.
A nova versão S com transmissão Xtronic CVT parte de R$ 79.200,00. Além do câmbio, traz todos os itens de série do Kicks S manual mais os opcionais do pacote Safety, rodas de liga-leve aro 16 polegadas e faróis de neblina.
O crossover ainda soma uma inédita versão SV, diferente da edição especial SV "Limited", importada do México. Exclusivamente dotada de câmbio Xtronic CVT, ela sai por R$ 85.600,00, em função de agregar câmera traseira com imagem reproduzida na tela do rádio, chave inteligente presencial, ignição sem chave, retrovisores externos com indicador de direção de LED, rodas de liga-leve aro 17 polegadas, sensor de estacionamento, sistema de navegação e tela sensível ao toque de sete polegadas integrada ao rádio.
Completando a gama, o Kicks SL se diferencia do modelo trazido do México pelas maçanetas cromadas, sistema multimídia Multi-App, retrovisores com rebatimento elétrico automático e quatro novas combinações de pintura externa em dois tons. Ao preço de R$ 94.900,00, oferece ainda acabamento de couro nos bancos, acendimento inteligente dos faróis, air bags laterais e de cortina e ar-condicionado automático digital.
A produção do Kicks na fábrica de Resende (RJ) é parte dos investimentos que a Nissan vem fazendo no Brasil para aumentar a sua presença no País. Para nacionalizar o modelo, a empresa investiu R$ 750 milhões.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia