Porto Alegre, quarta-feira, 14 de junho de 2017. Atualizado às 16h28.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

PSDB decide permanecer na base aliada de Michel Temer

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) decidiu permanecer na base aliada do governo Michel Temer. A decisão foi tomada na segunda-feira (12), durante reunião com nomes da executiva nacional do partido e demais lideranças. Os tucanos adotaram o discurso de que não podem desembarcar agora do governo sob o argumento de que um eventual rompimento com Temer poderia prejudicar a aprovação das reformas da Previdência e trabalhista. A reunião foi comandada pelo presidente interino do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE), e contou com presenças como do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e do prefeito da capital paulista, João Doria. O senador José Serra disse que novas posições podem ser tomadas caso haja um novo curso nos fatos, mas garantiu que não será feita a entrega de cargos no governo pelo partido.
 

FOTO Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil/JC