Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 30 de junho de 2017. Atualizado às 13h39.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Fernando Albrecht

Começo de Conversa

Notícia da edição impressa de 30/06/2017. Alterada em 29/06 às 21h36min

Passado e futuro

MARCELO G. RIBEIRO/JC
Segue o processo de verticalização em Porto Alegre. Um novo empreendimento deve sair no bairro Moinhos de Vento, na rua Quintino Bocaiúva, entre 24 de Outubro e Tobias da Silva. Duas casas que ficavam ao lado do famoso edifício Império foram postas abaixo. O terreno ao lado já foi ocupado, há anos, por um estacionamento. Resta saber se os lotes vão ser unificados ou se o projeto ocupará apenas a parte onde recém-colocaram os tapumes.

O equilibrista


PATRÍCIA COMUNELLO /ESPECIAL/JC
Não fosse o fato de a Capital estar cheia de instalações precárias como essa, na avenida Ipiranga com a Santana, dava até para acreditar que a estrutura fosse uma instalação artística, dessas que se veem nas exposições. Tem lá seu equilíbrio estético também, embora precário.
 

À procura de heróis

Já estão falando que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pode se candidatar à presidência da República. O ex-ministro do STF Joaquim Barbosa também já foi cogitado e há quem diga que ele faz gosto. Também houve movimento para convencer o juiz Sérgio Moro a se candidatar. Como disse Bertolt Brecht, infeliz da nação que precisa de heróis.

Ciclo de palestras

Prossegue neste sábado, a partir das 10h, o Ciclo de Palestras & Debates sobre História na Livraria Erico Verissimo. O palestrante será o escritor e pesquisador Juvêncio Saldanha Lemos com o tema "Brummers e Mercenários: Suas Diferenças". A realização é da livraria, do historiador Rodrigo Trespach e do jornalista Nelson Adams Filho.

Fôlego dúbio

Decisão do Congresso Nacional transfere de 1 de julho para 1 de janeiro a entrada em vigor da MP que acaba com a desoneração da folha de pagamentos para 50 setores. O advogado Maurício André Gonçalves, do escritório Scalzilli Althaus, alerta que, se por um lado dá mais tempo para as empresas, por outro isso significa aumento de carga tributária.

Saúde dos hóspedes

Um convênio entre o Hospital Moinhos de Vento e a rede Laghetto de hotéis beneficia tripulantes da TAP e da Copa Airlines, hospedados no Viverone Moinhos e Vertice Manhattan. Os tripulantes serão atendidos pelo Hospital Moinhos de Vento. O convênio também vale para hóspedes da rede em todo o Estado. Nesse caso, há desconto no atendimento no hospital.

E se?

Se o poder público descontasse o dia parado dos grevistas como feito pelas empresas de ônibus no último movimento, qual seria a taxa de adesão hoje? Porque o assalariado mesmo está trabalhando e na hora de pegar ônibus ou trem para ir para casa não tem como.

Os privilegiados

A greve desta sexta-feira não passa de uma manobra de trabalhadores privilegiados que dispõem de tempo, porque têm estabilidade no emprego em funções do setor público ou por serem dirigentes de sindicatos. A afirmação é do presidente da Fiergs, Heitor José Müller.

A bola da vez

Interessante a vinda do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) para fazer palestra na Transposul. Oficialmente seria para falar de transportes, embora essa faceta do parlamentar seja desconhecida. Então, o convidaram para atrair público ou para ouvir quem está em segundo ou terceiro lugar nas pesquisas sobre as eleições presidenciais de 2018.

Miúdas

  • PAÍS maluco esse nosso. Atravessa uma crise infernal e pela primeira vez em 14 anos o governo baixa a meta da inflação.
  • OPERAÇÃO no Rio de Janeiro culminou com a prisão de 22 traficantes e 54 PMs.
  • MAIS policiais que traficantes presos numa mesma operação, mais que o dobro. Mas o que é isso?
  • LADO bom de viajar de catamarã para a Zona Sul da Capital e Guaíba é que os piquetes não podem (ainda) trancar o Guaíba.
  • SESSÃO no Supremo, sessão no Congresso, só dá isso. Precisaríamos é de uma sessão de descarrego.

Finais

  • RETOMADA dos voos comerciais e a inauguração das obras de adequação do aeroporto de Santo Ângelo acontecem na segunda-feira.
  • EMPRESÁRIO Oscar Alberto Raabe foi reeleito presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Calcário Agrícola (Abracal).
  • CAPACITÀ está à frente da organização do Debate Brasil Competitivo, segunda-feira/12h/Fecomércio.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Carlos Alberto Schneider 30/06/2017 11h18min
"PAÍS maluco esse nosso. Atravessa uma crise infernal e pela primeira vez em 14 anos o governo baixa a meta da inflação". - Caro Albrechet, bom dia. Tem uma explicação lógica. Se o mercado não vende, e não esta vendendo, só tem uma forma de conseguir fazê-lo. Ganhar menos, o que implica baixar preços. Entendestes ? A inflação baixa ao natural.....simples.
Reni Puls 30/06/2017 11h12min
Sobre a necessidade de heróis!!!nO Brasil com as suas heranças lusas na sua formação tem entre outras, o "sebastianismo"!