Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 10 de maio de 2017. Atualizado às 21h48.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

operação lava jato

Alterada em 10/05 às 21h50min

Não conversava com Vaccari sobre finanças do PT, diz Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse em depoimento ao juiz Sergio Moro que por não ser, na época, da direção do PT, não conversava sobre finanças do partido com João Vaccari Neto, ex-tesoureiro da sigla.
"Não conversava de finanças do PT. Eu não era da direção do PT. Ponto", afirmou Lula. Questionado por um procurador se, em algum momento, indagou Vaccari se o ex-tesoureiro tinha recebido vantagens indevidas em nome do partido, respondeu: "Não importa se eu perguntei ou não. Ele sempre negou. Negou pela imprensa, negou publicamente".
Segundo Lula, Vaccari não lhe devia explicações. "Ele era tesoureiro do PT e eu não era. O PT não tinha que prestar contas a mim".
Na sequência, o procurador pediu uma resposta mais objetiva à pergunta sobre Vaccari e, já demonstrando impaciência com a insistência, o ex-presidente tratou de encerrar o assunto. "Para acabar nossa polêmica aqui, vamos dizer: eu perguntei e ele disse não".
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia