Porto Alegre, sexta-feira, 19 de maio de 2017. Atualizado às 14h41.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Michel Temer nega acusações e afirma que não renuncia

O presidente Michel Temer afirmou na tarde de quinta-feira (18), em pronunciamento em cadeia de rádio e TV, que não vai renunciar. "Não renunciarei. Repito: não renunciarei", disse. Temer argumentou que demorou a se pronunciar sobre as recentes denúncias feitas pelos donos da JBS contra ele porque procurou conhecer os detalhes da denúncia. Ele contou que solicitou ao Supremo Tribunal Federal o acesso à gravação na qual autoriza a compra do silêncio de Eduardo Cunha. O presidente negou novamente ter autorizado qualquer interlocutor a falar em seu nome e afirmou que não comprou o silêncio de ninguém, porque não tem o que temer e não precisa, segundo ele, de foro privilegiado. Temer disse ainda que exige investigação "plena e muito rápida para esclarecimentos ao povo brasileiro". Não podem tardar as investigações. Tanto esforço e dificuldades superadas. Meu único compromisso é com o Brasil. Só este compromisso que me guiará", finalizou.
 

FOTO EVARISTO SA/AFP/jc
19/05/2017 - 14h30min