Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 18 de maio de 2017. Atualizado às 23h11.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Fórmula Indy

Notícia da edição impressa de 19/05/2017. Alterada em 18/05 às 21h48min

Alonso diz que decidiu participar das 500 Milhas para aprender

Piloto vem realizando treinos na categoria desde o mês passado

Piloto vem realizando treinos na categoria desde o mês passado


INDYCAR SERIES/INDYCAR SERIES/DIVULGAÇÃO/JC
Em preparação para a sua estreia nas 500 Milhas de Indianápolis, Fernando Alonso participa nesta semana de treinos livres no mítico circuito norte-americano e escreveu, nesta quinta-feira, um texto no The Players Tribune, site utilizado para publicação de artigos em primeira pessoa, onde explica a razão de participar da tradicional prova: "Aprender".
"Eu não estou vindo para uma 'semana de folga' ou apenas me divertir. Eu sou um piloto e estou vindo para a corrida. Espero que esta seja uma experiência que possa levar pelo resto da vida. Espero ainda que os sentimentos que sinto e as coisas que vejo permaneçam em minha mente para sempre. Espero que, no final das 500 Milhas, tenha aprendido algo que eu nunca soube antes", escreveu.
Em um longo texto, Alonso relembrou desde os seus primeiros passos no automobilismo, ainda com kart, até conquistar a sua primeira vitória na Fórmula 1. Em seus primeiros testes com um carro da Indy, ele revelou que a sensação de potência pura foi o que mais o surpreendeu. "Este carro não foi construído para mim. Eu não sou o piloto para o qual estavam pensando, mas vou fazer tudo o que posso para que as pessoas que o construíram se sintam orgulhosas. E talvez este seja o começo de uma nova viagem para mim também", escreveu.
Hoje com 35 anos, Alonso possui dois títulos mundiais da F-1, 2005 e 2006, além de 32 vitórias, embora não conquiste um triunfo desde 2013. Ele vem sofrendo nos últimos anos com a falta de competitividade da McLaren, ainda sem pontuar em 2017. O espanhol ficará de fora do GP de Mônaco para participar das 500 Milhas, corrida agendada para 28 de maio. Neste fim de semana, o piloto participa de treinos livres, algo que antecede a definição do grid.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia