Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 18 de maio de 2017. Atualizado às 00h41.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

copa nordeste

18/05/2017 - 00h34min. Alterada em 18/05 às 00h48min

No Recife, Sport e Bahia empatam o primeiro duelo final pela Copa do Nordeste

Sport e Bahia empataram por 1 a 1, nesta quarta-feira, na partida de ida da final da Copa do Nordeste, no estádio da Ilha do Retiro, no Recife. Com o resultado, o confronto segue aberto para a partida de volta, na próxima quarta-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Por ter marcado um gol fora de casa, o Bahia joga pelo empate por 0 a 0. Um novo 1 a 1 leva a definição do campeão para os pênaltis e qualquer outro empate dá o título ao Bahia.
Os gols foram marcados no segundo tempo e pelos xarás Juninho: o volante do Bahia abriu o placar aos 11 minutos e o atacante do Sport deixou tudo igual aos 35. O Sport completou 34 jogos na temporada e ainda disputa quatro competições. Além da Copa do Nordeste, a Copa Sul-Americana, o Campeonato Pernambucano e o Campeonato Brasileiro.
O Sport começou mais presente no campo de ataque e por pouco não saiu na frente aos 12 minutos, em cabeceio do zagueiro Matheus Ferraz, que acertou a trave.
Aos poucos, o Bahia conseguiu equilibrar as ações e chegou a balançar as redes em chute de Zé Rafael, mas a jogada já estava parada por posição de impedimento de Renê Júnior. Pressionando na reta final da primeira etapa, o visitante ainda teve outra boa chance com Zé Rafael, mas o meia não aproveitou cruzamento de Allione.
No segundo tempo, os visitantes seguiram no ataque e conseguiram abrir o placar aos 11 minutos com Juninho. Matheus Reis cruzou da esquerda, a defesa do Sport cortou parcialmente e o volante pegou a sobra para estufar as redes e calar a torcida pernambucana.
A resposta do time da casa foi também com um Juninho, atacante que entrou no lugar de Everton Felipe. Aos 35 minutos, aproveitou cruzamento em cobrança de escanteio e desviou de cabeça para as redes.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia