Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 18 de maio de 2017. Atualizado às 10h41.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Copa do Brasil

Notícia da edição impressa de 18/05/2017. Alterada em 18/05 às 00h46min

Com gol contra, Inter perde para o Palmeiras, mas segue vivo

Rodrigo Dourado teve a chance do empate, mas parou em Prass

Rodrigo Dourado teve a chance do empate, mas parou em Prass


Ricardo Duarte/Inter/Divulgação/JC
Quem esperava um massacre do melhor elenco do País diante do rebaixado à Série B se enganou. O Inter até foi melhor na etapa inicial, mas um lance infeliz do zagueiro Léo Ortiz, que marcou um gol contra, definiu a partida. O Colorado caiu de desempenho no segundo tempo e não conseguiu empatar. A vitória do Palmeiras por 1 a 0, ontem, no Allianz Parque, mantém o a disputa em aberto e a decisão será no próximo dia 31, no Beira-Rio.
O Inter não sentiu a pressão da torcida, nem a qualidade do Verdão. As primeiras ações ofensivas foram propostas pelos gaúchos. Aos 11 minutos, D'Alessandro cobrou escanteio, Borja desviou contra e a bola parou na trave. No rebote, Marcelo Cirino finalizou para o gol, mas o próprio Borja salvou em cima da linha. Na sequência, Cirino cabeceou, mas Prass segurou.
A segunda chance também foi colorada. Aos 22, William cruzou na medida e Cirino concluiu com perigo, mas para fora. A resposta do Verdão foi com uma oportunidade clara de gol. Aos 30 minutos, em contra-ataque, Borja encontrou Guerra livre na entrada da área. O mas bateu alto, longe do gol.
Mesmo tendo as melhores chances, o Inter foi castigado com um gol contra. Aos 32, William fez boa jogada pela direita e cruzou para a área. Léo Ortiz tentou cortar, mas colocou a bola para dentro do próprio gol. Aos 41, depois de ótimo passe de Dudu, Borja driblou o goleiro colorado e chutou na trave.
O segundo tempo foi bem menos intenso. Aos 23 minutos, o quarto goleiro na hierarquia colorada fez uma grande defesa. William pegou um rebote, da entrada da área, e soltou uma bomba, mas o arqueiro espalmou para escanteio.
Aos 32, a grande chegada colorada nos 45 minutos finais. D'Ale cruzou e Rodrigo Dourado surgiu por trás da zaga, cabeceando forte para Fernando Prass operar um milagre no Allianz Parque. Nos acréscimos, o Verdão perdeu a chance de liquidar o confronto. Dudu puxou contra-ataque, invadiu a área, mas parou nos pés de Daniel.
Palmeiras 1 x 0 Internacional
Fernando Prass; Jean, Mina, Edu Dracena e Zé Roberto; Felipe Melo, Tchê Tchê, Willian (Fabiano), Guerra (Erik) e Dudu; Borja (Roger Guedes). Técnico: Cuca.
Daniel; William, Léo Ortiz, Víctor Cuesta e Uendel (Iago); Rodrigo Dourado, Fabinho (Roberson), Felipe Gutiérrez e D'Alessandro; Marcelo Cirino e Nico López (Brenner). Técnico: Antônio Carlos Zago.
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa/SC)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Dorian R. Bueno 18/05/2017 09h34min
COPA DO BRASIL, PARABÉNS AO TIME DO MEU PAI QUERIDO !!! nPelo fato de eu não ter um canal alternativo pago para poder assistir os jogos fora da grade da programação da GLOBO, fui obrigado assistir o jogo do Grêmio 3 x 1 Fluminense. Confesso que fiquei o tempo todo aguardando que aparecesse no cantinho da TELA, aquela BOLA DE FUTEBOL mostrando que tinha acontecido um GOL do Internacional contra o Palmeiras. Aproveito para sugerir os craques de criação digital, que toda vez que a bola viesse para a telinha, poderia trazer dentro dela o distintivo do time que fez o GOL. ( Registra aí que a ideia é minha ). Ficamos ali esperando os acontecimentos do jogo ao VIVO, para somente depois do lance receber a informação completa, que o jovem zagueiro Ortiz do Internacional tinha feito um GOLAÇO, mas foi contra e perdemos os primeiros 90 minutos lá em São Paulo. Parabéns ao meu Pai, por que pode ver pela TV depois da novela da Mãe e ainda ao VIVO, o seu Grêmio jogar muito bem e vencer com merecimento. No próximo dia 31/Mai será a minha vez de assistir ao VIVO mesmo sendo aqui no BEIRA-RIO, o Internacional fazer o dever de casa contra o ótimo time do Palmeiras, como fez o time do meu Pai Querido, Amém. Abs. Dorian Bueno - POA - 18.05.2017n