Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 18 de maio de 2017. Atualizado às 23h08.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Contas Públicas

Notícia da edição impressa de 19/05/2017. Alterada em 18/05 às 21h47min

Regime de recuperação será assinado, diz Pezão

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), afirmou, nesta quinta-feira, acreditar que o regime de recuperação fiscal dos governos dos estados, aprovado na quarta-feira, no Congresso, será sancionado pelo presidente Michel Temer ou por quem venha a substituí-lo, caso ele deixe a presidência da República.
"É um projeto aprovado na Câmara e no Senado. Tenho certeza de que o presidente que estiver lá vai sancionar o projeto de lei. O próprio presidente Michel Temer, se chegar em tempo. O presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) me disse que ele (Temer) iria sancionar ainda hoje", afirmou Pezão, após participar do XXIX Fórum Nacional, na capital fluminense.
Perguntado sobre o financiamento da sua campanha eleitoral pela JBS, a principal doadora dele em 2014, o governador disse que não tem o que esconder, e que as doações são públicas.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia