Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 18 de maio de 2017. Atualizado às 23h08.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Indústria

Notícia da edição impressa de 19/05/2017. Alterada em 18/05 às 20h23min

Panifício vai investir R$ 19 milhões em Guaíba

Termo aditivo ao contrato preliminar de reserva de área na zona mista do Distrito Industrial de Guaíba foi assinado, nesta quinta-feira, pelo secretário Mário Biolchi, do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sdect), e pelo empresário Paulo Eduardo Wasielewski, diretor da empresa Panifício Partenon.
Com o aditivo, a empresa terá um prazo de mais seis meses para obter a respectiva licença de instalação e iniciar a construção de uma unidade industrial em uma área de 3,47 hectares. A PãoVital projeta investir R$ 19 milhões na construção do panifício em Guaíba.
Na nova unidade, que terá um pavilhão de 10.200 metros quadrados, serão gerados 111 empregos diretos. Atualmente, na panificadora estabelecida no Bairro Rubem Berta, em Porto Alegre, a empresa emprega um contingente de 170 trabalhadores.
A PãoVital conta com uma frota própria de 20 caminhões e abastece pontos de venda em Porto Alegre num raio de 80 quilômetros da fábrica. A empresa possui oito lojas em Porto Alegre e uma em Pelotas. Wasielewski assinalou que atualmente toda a produção é centralizada. A empresa também conta com um parque de máquinas industriais que possibilitam uma nova forma de fabricar pães com tecnologia de ponta e em maior escala, o que favorece a logística da PãoVital.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia