Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 10 de maio de 2017. Atualizado às 21h21.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

balanços

Alterada em 10/05 às 21h26min

Tecnisa encerra 1º trimestre com prejuízo líquido de R$ 63,4 milhões

A incorporadora Tecnisa encerrou o primeiro trimestre de 2017 com um prejuízo líquido de R$ 63,4 milhões, mostrando reversão frente ao mesmo período de 2016, quando teve lucro de 2,4 milhões.
O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado foi negativo em R$ 38,8 milhões, o que também representa uma reversão na comparação anual, quando foi positivo em R$ 23,5 milhões.
A receita líquida totalizou R$ 100,3 milhões, baixa de 36,3%. A incorporadora ainda teve despesa financeira líquida de R$ 300 mil, ante uma receita financeira líquida de R$ 12,3 milhões um ano antes.
A queda na lucratividade da Tecnisa está associada ao recuo das receitas e aumento das despesas financeiras. Além disso, a companhia teve perda de escala com o encolhimento das operações em meio ao ambiente econômico adverso e volume elevado de distratos.
As despesas gerais e administrativas atingiram R$ 23,9 milhões, queda de 14,5% na comparação anual. Essas despesas foram equivalentes a 23,9% da receita líquida, versus patamar de 17,8% um ano antes.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia