Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 15 de maio de 2017. Atualizado às 21h56.

Jornal do Comércio

Jornal da Lei

COMENTAR | CORRIGIR

Advocacia

Notícia da edição impressa de 16/05/2017. Alterada em 15/05 às 18h32min

Escritório abre em Brasília para atuar junto às Cortes

Laura Franco, especial
"O novo Código de Processo Civil (CPC) concentrou ainda mais importância nas cortes superiores." Essa é a avaliação do advogado Fabio Brun Goldschmidt, sócio do escritório Andrade Maia, que abre nova sede em Brasília. A abertura é uma forma de ficar ainda mais próximo dos tribunais e, de certa forma, aumentar a interlocução entre a advocacia e os órgãos superiores.
Brun explica que, anteriormente, se ensinava a construir o processo da base ao topo, finalizando no Supremo. Atualmente, para ele, isso se inverteu. "As Cortes Supremas hoje são convidadas a decidir desde o início. Quando se recebe um grande caso, há a preocupação em se pensar uma estratégia de abordagem no Supremo", salienta o advogado. Foi essa mudança de paradigma que estimulou a criação da nova sede.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia