Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 20 de abril de 2017. Atualizado às 00h50.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Operação Lava Jato

Notícia da edição impressa de 20/04/2017. Alterada em 20/04 às 00h50min

STF julgará processos mesmo com atraso, diz ministra

Caberá à ministra Cármen Lúcia decidir se aceita ou não a sugestão

Caberá à ministra Cármen Lúcia decidir se aceita ou não a sugestão


ANDRESSA ANHOLETE/ANDRESSA ANHOLETE/AFP/JC
A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, afirmou nesta quarta-feira que a corte vai julgar os processos da Lava Jato mesmo que haja qualquer "tentativa de atraso". Com tantos processos no tribunal, há ministros receosos de que muitos deles possam prescrever antes de serem julgados - o que significaria, na prática, o arquivamento dos casos por excesso de tempo tramitando, sem a punição dos investigados.
"O Supremo Tribunal Federal julgará os processos da Lava Jato que são de sua competência independentemente de qualquer percalço ou tentativa de atraso, honrando a responsabilidade jurídica e a importância histórica que a guarda da Constituição lhe confere", declarou a ministra, por meio de sua assessoria de imprensa.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia