Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 18 de abril de 2017. Atualizado às 23h49.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Câmara de Porto Alegre

Notícia da edição impressa de 19/04/2017. Alterada em 18/04 às 21h17min

PP e PMDB substituem PT e PSOL em postos de comando de comissão

Carlos Villela, especial para o JC
As consequências da derrubada da liminar que garantia vagas à bancada oposicionista em órgãos colegiados da Câmara de Porto Alegre continuaram a modificar os cenários internos da Casa. Depois da eleição suplementar ao cargo de 3º secretário da Mesa Diretora no começo da noite de segunda-feira, para o qual o vereador Dr. Thiago Duarte (DEM) saiu vitorioso, a Comissão de Defesa do Consumidor, Direitos Humanos e Segurança Urbana da Câmara (Cedecondh) escolheu novos presidente e vice para substituir os vereadores Marcelo Sgarbossa (PT) e Prof. Alex Fraga (PSOL).
Com a notificação do Tribunal de Justiça de que a liminar que garantia cargos ao bloco de oposição havia caído, o presidente da Câmara, Cassio Trogildo (PTB), declarou a vacância do cargo de 3º secretário, ocupado até então por Fraga, e dos postos da oposição no comando da Cedecondh. Na presidência, sai Sgarbossa e entra Cassiá Carpes (PP), enquanto Comandante Nádia (PMDB) assume a vaga de Fraga na vice-presidência. A Cedecondh também é integrada por Mônica Leal (PP) e João Bosco Vaz (PDT).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia