Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 18 de abril de 2017. Atualizado às 23h49.

Jornal do Comércio

Opinião

CORRIGIR

artigo

Notícia da edição impressa de 19/04/2017. Alterada em 18/04 às 19h51min

São Gabriel é de todos

Rossano Dotto Gonçalves
Nesta primeira semana de abril, comemoramos os 171 anos de emancipação de São Gabriel, conquistada em 1846, quando o presidente da Província, Patrício Corrêa da Câmara, Visconde de Pelotas, exarou o Decreto Provincial nº 08, criando uma Câmara de Vereadores para a então Vila de São Gabriel, na época pertencente ao município de Caçapava. Na monarquia, o Poder Executivo era exercido pelo presidente dos legislativos municipais. Justamente nestes 171 anos, o poder público de São Gabriel vivencia uma das mais graves crises financeiras de sua história. Com uma dívida histórica de quase R$ 90 milhões, R$ 50 milhões destes contraídos em apenas quatro anos, a cidade tem desafios a vencer na sua infraestrutura urbana, na melhoria dos espaços públicos, no atendimento ao homem do campo, na saúde e educação da nossa gente. No entanto, há 100 dias de gestão, nada menos que R$ 12 milhões desta dívida já foram pagos, honrando a folha de dezembro, saldos de 13º salário, rescisões de CCs, fornecedores e o convênio com a Santa Casa, uma das prioridades da gestão. Para isto, diminuímos 4 secretarias, cortamos 40% dos cargos em comissão (CCs), reduzimos custos com combustível, horas extras e outras despesas correntes. Graças a isso, já conseguimos investir cerca de R$ 800 mil na recuperação das máquinas e veículos, recuperar 800 km de estradas municipais, 2.500 metros quadrados de "tapa-buracos", 18 km de ruas não-pavimentadas, limpeza em mais de 23 dos 43 bairros existentes. Restauramos a integralidade do piso do Magistério e criamos 720 novas vagas na rede de ensino, ampliando sua capacidade em 10%. A mudança do ambiente de gestão proporcionou mais confiança do empresariado, e apenas três grandes empresas - Marfrig, JFI e São Gabriel Saneamento - vão gerar, nos próximos meses, 500 empregos. Cuidar de São Gabriel não é tarefa exclusiva dos poderes públicos. A cidade que amamos, é patrimônio de todos nós.
Prefeito de São Gabriel/RS
 
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia