Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 19 de abril de 2017. Atualizado às 22h19.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Copa do Brasil

Alterada em 19/04 às 22h22min

Paraná administra jogo, empata sem gols e elimina Vitória da Copa do Brasil

O Paraná deu uma aula de como administrar um resultado nesta quarta-feira. Pelo jogo de volta da quarta fase da Copa do Brasil, o time dirigido pelo técnico Wagner Lopes recebeu o Vitória no estádio Durival de Britto, em Curitiba, e empatou por 0 a 0, garantindo a classificação para as oitavas de final.
Como no jogo de ida o clube paranaense tinha vencido por 2 a 0, em Salvador, a passagem de fase veio com tranquilidade. Agora aguarda o sorteio desta quinta-feira, às 12 horas, na sede da CBF, no Rio, para conhecer o seu próximo adversário. Será uma dos oito clubes que disputam a Copa Libertadores: Palmeiras, Santos, Grêmio, Atlético Mineiro, Flamengo, Atlético Paranaense, Chapecoense ou Botafogo.
Precisando vencer para avançar à próxima fase, o Vitória foi para cima dos donos da casa desde o apito inicial, mas encontrou dificuldades nas armações de jogadas. A boa oportunidade veio apenas aos 20 minutos. Após cobrança de falta para a área, Cleiton Xavier cabeceou no canto, mas o goleiro Léo conseguiu uma grande defesa.
A única oportunidade do clube mandante saiu de uma cobrança de falta. Aos 35 minutos, Jhony chutou forte e rasteiro, o goleiro Fernando Miguel saltou e não tocou na bola, mas, para sua sorte, foi para fora.
No segundo tempo, a pressão do Vitória continuou, mas o Paraná levou mais perigo nos contra-ataques. Aos 10 minutos, Renatinho lançou e encontrou Ytalo sozinho dentro da área. O atacante finalizou no gol, mas Fernando Miguel conseguiu defender.
Wagner Lopes montou um verdadeiro paredão na defesa do Paraná e conseguiu segurar o ímpeto dos baianos, que passaram a apostar no chuveirinho. Ao final, o clube de Curitiba só administrou a posse de bola e garantiu a classificação.
Eliminado no Estadual, o Paraná joga as suas fichas na sequência da competição. O Vitória vira a chave e se concentra na Copa do Nordeste. Neste domingo abre as semifinais diante do rival Bahia.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia