Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 16 de abril de 2017. Atualizado às 17h40.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

fórmula 1

Alterada em 16/04 às 17h42min

Vettel comemora corrida perfeita e destaca 'atalho' para alcançar a vitória

O alemão Sebastian Vettel comemorou o dia perfeito neste domingo ao vencer o GP do Bahrein, a terceira etapa da temporada de 2017 da Fórmula 1. O piloto da Ferrari agradeceu à equipe por deixar o carro competitivo e também por terem acertado na estratégia ao longo da prova.
Depois de largar em terceiro lugar, Sebastian Vettel saiu mais rápido do que o inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, que partiu do segundo posto do grid, e fez a ultrapassagem. Na sequência passou a pressionar o finlandês Valtteri Bottas, outro da Mercedes, o então líder.
"Logo depois da largada senti que 'sim, estamos rápidos'. Então tentei colocar o Valtteri sob pressão. Não cometemos nenhum erro Estava difícil encostar nele nas retas. Mas aí encontramos um atalho, um pit stop que funcionou muito bem, graças a um grande trabalho", comemorou.
Sebastian Vettel ainda contou com uma punição de Lewis Hamilton, que atrasou a entrada do australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, no pit-lane e precisou parar nos boxes por 5 segundos. "O Hamilton foi uma ameaça no final da corrida, mas o carro estava um sonho hoje (domingo)", comentou.
Com a vitória, Sebastian Vettel assumiu a liderança do Mundial com 68 pontos, contra 61 de Lewis Hamilton. Apesar da vantagem, o tetracampeão da Fórmula 1 evitou falar em favoritismo no início da temporada. "É um longo ano. Ontem (sábado) fiquei um pouco chateado pela distância que ficamos da Mercedes. Mas algo dizia que se o carro estivesse bem, conseguiríamos algo bom. E foi o que aconteceu", finalizou.
A próxima prova do calendário da Fórmula 1 será no próximo dia 30 em Sochi, palco do GP da Rússia e da quarta etapa do campeonato.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia