Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 06 de abril de 2017. Atualizado às 23h55.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Justiça

Notícia da edição impressa de 07/04/2017. Alterada em 06/04 às 23h55min

Após negativa da CAS, caso Victor Ramos é encerrado

Ex-zagueiro do Vitória foi o centro da polêmica envolvendo os dois clubes

Ex-zagueiro do Vitória foi o centro da polêmica envolvendo os dois clubes


FELIPE OLIVEIRA /FELIPE OLIVEIRA / EC VITÓRIA/DIVULGAÇÃO/JC
A Corte Arbitral do Esporte (CAS) rejeitou a ação do Inter para avaliar o caso Victor Ramos, ex-jogador do Vitória (que nesta quinta-feira foi anunciado pela Chapecoense), e encerrou o procedimento, que era considerado a última chance para o Colorado retornar à elite do futebol brasileiro neste ano. Agora, além de jogar a Série B, o clube gaúcho terá de pagar pelo menos US$ 70 mil (R$ 216 mil) pelos custos do processo.
"A CAS não tem jurisdição para ouvir o recurso do Sport Club Internacional contra o despacho de arquivamento emitido pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva)", indicou a sentença do tribunal, emitida na manhã desta quinta-feira em Lausanne, na Suíça. Os custos do processo serão arcados pelo Colorado, que ainda terá de pagar ao Vitória um total de US$ 12 mil
(R$ 37 mil) e à CBF outros US$ 8 mil (R$ 24 mil) para cobrir seus custos com advogados.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia