Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 06 de abril de 2017. Atualizado às 23h55.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Justiça

Notícia da edição impressa de 07/04/2017. Alterada em 06/04 às 23h56min

PF prende presidente da confederação de natação e outros três dirigentes

Coaracy Nunes, da CBDA, é o dirigente esportivo há mais tempo no cargo

Coaracy Nunes, da CBDA, é o dirigente esportivo há mais tempo no cargo


CBDA/CBDA/DIVULGAÇÃO/JC
A Polícia Federal (PF) cumpriu nesta quinta-feira mandados de prisão contra o presidente da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), Coaracy Nunes, e outros três dirigentes da entidade. Eles são suspeitos de desviar R$ 40 milhões em recursos. Nunes está no comando da entidade desde o final da década de 1980 e é o dirigente esportivo brasileiro há mais tempo no cargo.
Além dele, há mandados contra Ricardo de Moura (superintendente), Ricardo Cabral (consultor do polo aquático) e Sergio Alvarenga (diretor financeiro). Outras duas pessoas foram conduzidas coercitivamente a unidades da PF em São Paulo e no Rio de Janeiro. Dezesseis mandados de busca e apreensão também foram cumpridos. Todas as medidas foram expedidas pela 3ª Vara Criminal Federal de São Paulo.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia