Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 20 de abril de 2017. Atualizado às 08h56.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Bolsas europeias operam sem direção única com cautela geopolítica e balanços

As bolsas europeias operam sem direção única nesta quinta-feira (20), enquanto os investidores digerem incertezas políticas e resultados trimestrais positivos.

Às 8h35min (de Brasília), a Bolsa de Londres caía 0,12%, Paris ganhava 0,77% e Frankfurt caía 0,02%. A Bolsa de Milão avançava 0,31%, Madri valorizava 0,48%, enquanto Lisboa perdia 0,80%.

Apesar da cautela diante da aproximação da eleição presidencial na França que ainda está indefinida entre os dois principais candidatos - o centrista Emmanuel Macron e a líder de extrema-direita e anti-União Europeia, Marine Le Pen -, a Bolsa de Paris aproveitou pra subir. Por lá, o setor financeiro, que tem sido beneficiado desde ontem em meio a balanços positivos nos EUA e na Europa em geral, impulsionou os ganhos. O Société Générale e o BNP Paribas subiam mais de 2%.

Enquanto isso, outros resultados corporativos alimentam o apetite por risco. A Unilever informou hoje vendas acima das expectativas, levando suas ações a subirem mais de 1,6%. Enquanto isso, a fabricante dinamarquesa Pandora avançava mais 6% depois que de dizer que está atualizando sua estrutura e apoiando sua orientação de 2017.

A multinacional suíça do setor de alimentos Nestlé teve leve crescimento orgânico de 0,4% nas vendas no primeiro trimestre de 2017 ante o resultado no mesmo período do ano passado, para 21 bilhões de francos suíços (US$ 21,08 bilhões), ante 20,9 bilhões de francos suíços. Seu papel avançava 0,20%.

As ações ligadas a commodities, por outro lado, lideram as perdas do dia, uma vez que os investidores se preocupam com o excesso de oferta de aço e minério de ferro. No horário acima, as ações da Rio Tinto caíam 0,40% e as da Glencore recuavam 0,71%, pensando no mercado londrino.

Embora exista uma tentativa de melhora, as tensões geopolíticas seguem no radar. Ontem, o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, disse que os EUA estavam procurando novas formas de pressionar a Coreia do Norte. Enquanto isso, ele também acusou o Irã de "alarmantes provocações contínuas" para perturbar países do Oriente Médio.

Ainda nesta quinta-feira, o mercado acompanha a reunião entre os ministros das Finanças do G-20 e os governadores dos bancos centrais nos Estados Unidos, onde o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial iniciam suas reuniões de primavera rotineiras.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia