Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 18 de abril de 2017. Atualizado às 23h49.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

consumo

Notícia da edição impressa de 19/04/2017. Alterada em 18/04 às 23h47min

Cai número de reclamações de consumidores sobre telefonia

Projeto prevê que as companhias façam investimentos em banda larga

Projeto prevê que as companhias façam investimentos em banda larga


/VALTER CAMPANATO/ABR/jc
O número de reclamações de consumidores registradas na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) teve queda de 16,1% em março, na comparação com o mesmo mês de 2016. No total, foram registradas 323,4 mil reclamações no terceiro mês de 2017.
Todos os principais serviços de telecomunicações apresentaram redução. A maior queda foi na telefonia fixa, com 27,5% a menos de reclamações. As queixas sobre banda larga fixa caíram 20%, de TV por assinatura reduziu 16,2% e da telefonia móvel teve uma queda de 8% no período.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia