Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 17 de abril de 2017. Atualizado às 22h05.

Jornal do Comércio

Panorama

COMENTAR | CORRIGIR

acontece

Notícia da edição impressa de 18/04/2017. Alterada em 17/04 às 17h41min

Desafio da infância

Exposição reúne quinze obras de artistas que pintaram pensando nas crianças

Exposição reúne quinze obras de artistas que pintaram pensando nas crianças


MARGS/DIVULGAÇÃO/JC
A exposição A arte é a melhor parte da infância, com curadoria de Valesca Karsten, abre hoje, às 19h, no Margs (Praça da Alfândega, s/nº). A ideia da mostra partiu da educadora e curadora da iniciativa, convidando um grupo de artistas que já passaram pela escola Caracol em atividades relacionadas às artes plásticas. A visitação ocorre de terças a domingos, das 10h às 19h, sempre com entrada gratuita, até 21 de maio. Visitas mediadas podem ser agendadas no e-mail educativo@margs.rs.gov.br.
Quinze artistas gaúchos, tais como Rosane Magoga, Eduardo Vieira da Cunha e Britto Velho, toparam o desafio proposto por Valesca de pintar algo pensando nas crianças e fizeram 15 obras em grandes formatos, em óleo sobre tela. Segundo ela, a exposição visa estimular a sensibilidade das crianças com relação à arte. Os artistas que criaram telas para o evento também deram depoimentos a um documentário produzido pela escola, com realização da Daterra Filmes, contando um pouco de sua relação com a arte quando crianças e a importância da arte na infância. Junto com os quadros, o documentário será exibido no Margs.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia