Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 18 de abril de 2017. Atualizado às 23h56.

Jornal do Comércio

JC Contabilidade

COMENTAR | CORRIGIR

Opinião

Notícia da edição impressa de 19/04/2017. Alterada em 18/04 às 21h08min

A auditoria interna e a Internet das Coisas

PROTIVITI/DIVULGAÇÃO/JC
Marco Ribeiro
A Internet das Coisas (IoT - Internet of Things) tem evoluído com ampla variedade de sistemas inteligentes, aplicações móveis, dispositivos de comunicação pessoal e outras plataformas que já estão interconectadas. A consultoria IDC projeta que haverá 30 bilhões de coisas conectadas até 2020. E parafraseando a revista Forbes ao definir a IoT, "se algo puder ser conectado à internet, é apenas uma questão de tempo até que efetivamente seja".
Nesta seara digital que virou o mundo, os auditores internos precisam saber surfar nesta onda virtual e serem observadores mais aguçados de todas as mudanças tecnológicas que possam potencialmente afetar a empresa e todo o perfil de risco envolvido.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia