Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 23 de abril de 2017. Atualizado às 19h09.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR

Com a palavra José Castilho Júnior

Notícia da edição impressa de 17/04/2017. Alterada em 22/04 às 12h23min

Riachuelo deseja se tornar a marca favorita dos gaúchos

José Castilho Jr. diretor de operações das lojas Riachulo na Região Sul

José Castilho Jr. diretor de operações das lojas Riachulo na Região Sul


LOJAS RIACHUELO/DIVULGAÇÃO/JC
Camila Silva
Após trabalhar em diferentes lugares no Brasil, o gaúcho José Castilho Júnior retornou ao Estado há dois anos para assumir a gerência de operações da região Sul das Lojas Riachuelo. Com mais de 20 anos de experiência no varejo, há sete trabalha na empresa, considerada uma das maiores redes de varejo de moda do País. Fundada em 1983, a Riachuelo conta com mais de 291 unidades divididas nos segmentos feminino, masculino, infantil, cama, mesa e banho. Presente em todos os estados, tem mais de 40 mil funcionários e 22 milhões de clientes cadastrados no Cartão Riachuelo. Agora, Castilho terá o desafio de administrar as 39 unidades da região Sul, 11 delas no Rio Grande do Sul, 12 em Santa Catarina e 16 no Paraná. O objetivo, explica, é não só ampliar a presença física, mas também conquistar a preferência dos consumidores. 
Empresas & Negócios - A Riachuelo é considera uma das maiores redes de moda do Brasil. A que se deve este resultado?
José Castilho Júnior - Isso se deve ao alinhamento de todas as empresas do Grupo Guararapes, do qual a Riachuelo faz parte. O Guararapes conta com duas empresas fabris, uma delas direcionada apenas ao segmento de moda. Todos os setores da empresa são administrados de perto. Atualmente, estamos presentes em todos os estados, o que faz com que sejamos um dos maiores grupos de moda do Brasil.
Empresas & Negócios - A empresa se especializou no conceito fast fashion. O que isso significa?
Castilho Júnior - O fast fashion consiste em oferecer a moda de uma forma rápida, ou seja, tornar muito ágil o acesso do cliente aos produtos que fabricamos. E isso é um desafio, pois, para que aconteça, todos os processos precisam ser mais velozes: a produção, a distribuição e a entrega dos produtos nos pontos de vendas são feitas de uma forma mais eficiente. O fast fashion também resulta na resposta mais efetiva do cliente sobre determinado item. Se lançamos uma peça que é recebida positivamente pelo consumidor, nós recebemos essa informação quase que instantaneamente e, assim, podemos ampliar a sua fabricação. O mesmo se dá com mercadorias que não têm tanta saída nas lojas, e que são retiradas de circulação.  
Empresas & Negócios - Recentemente, a empresa iniciou uma nova metodologia no abastecimento das unidades da empresa. No que implica essa mudança?
Castilho Júnior - O abastecimento das lojas está ligado ao fast fashion. Anteriormente, a reposição era feita com base nas coleções. Com a nova metodologia, conseguimos suprir diariamente. Dessa forma, é possível acompanhar o tempo de resposta do consumidor. A alteração estrutural foi feita para atender a essa necessidade. Nós não acertamos em todos os produtos lançados, mas queremos acertar o maior número possível. Com o abastecimento rápido, garantimos velocidade na comercialização das novas tendências, gerando valor agregado para cada coleção. 
Empresas & Negócios - Nos últimos dois anos, foram inauguradas quatro unidades da Riachuelo em Porto Alegre. O Estado é uma prioridade para a rede?
Castilho Júnior - Considero que demoramos para entrar no mercado gaúcho. Entretanto, estamos nos preparando para atuar de forma mais intensa no Estado, tendo em vista que, no Sul, os consumidores prezam pelo bom atendimento, claro, todo cliente preza, mas o nível de exigência é mais alto. O consumidor gaúcho é muito importante para a Riachuelo, pois é exigente e um formador de opinião.
Empresas & Negócios - No Sul do País, as lojas estão mapeadas como "superfrias" devido ao clima da região. Qual é o diferencial dessas unidades?
Castilho Júnior - Desde o ano passado, nós desenvolvemos coleções exclusivas para todas as lojas do Rio Grande do Sul, determinadas unidades de Santa Catarina e do Paraná. Essas peças são pensadas e desenvolvidas de acordo com o clima específico. As peculiaridades de cada local são avaliadas no desenvolvimento do design do item e na matéria-prima que será utilizada para a sua fabricação. 
Empresas & Negócios - Quais são as projeções para o Rio Grande do Sul?
Castilho Júnior - Temos uma relação muito próxima com o Rio Grande do Sul, tanto que já tivemos uma marca própria do estado. Com todo o respeito aos concorrentes, acredito que, intensificando os vínculos com o Estado, aprimorando as questões de necessidade dos gaúchos, valorizando a cultura local, a Riachuelo tende a se consolidar como a principal opção de consumo para aqueles que desejam ter uma nova experiência na moda. Desejamos ampliar a nossa atuação para outras regiões do Estado. 
Empresas & Negócios - Atualmente, a empresa pensa em expandir sua atuação para fora do País?
Castilho Júnior - Com certeza, é um desejo internacionalizar a marca, mas consideramos importante seguir investindo no território nacional. Há regiões que desejamos explorar mais amplamente. Primeiro, precisamos ser mais efetivos e eficientes no Brasil para, depois, ampliar as operações para o exterior. 
Empresas & Negócios - A empresa utiliza o slogan "Moda para todos". De que forma o conceito é aplicado na empresa?
Castilho Júnior - Atualmente, as pessoas, independentemente de classe social, têm acesso a tudo que está acontecendo no mundo, incluindo a moda. Então, é um objetivo da empresa oferecer produtos para todos os tipos de clientes. Nós possuímos um campo de pesquisas que permite aos consumidores acompanharem o que há de mais atual no mundo da moda. Nosso desafio é oferecer o melhor produto com o menor preço. 
Empresas & Negócios - A crise econômica que o País enfrenta resultou na mudança de comportamento do consumidor. Qual é a estratégia da empresa diante desse cenário?
Castilho Júnior - A crise afeta todas as áreas, principalmente o consumidor, que viu a sua confiança bastante afetada. Claro que sentimos os reflexos, o que nos obrigou a preparar uma estratégia para enfrentar esse cenário. Não significa que isso nos limitou. Identificamos as oportunidades e realizamos uma reforma interna, a fim de oferecer as coleções mais adequadas com o melhor preço. Alteramos as condições de créditos para facilitar que o consumidor comprasse. Também não deixamos de inaugurar novas unidades durante o período de recessão da economia. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
jorge martinez 23/04/2017 19h00min
a loja do partagen em rio grande so tem refugo das outras lojas o que sobra nas outras vem para ca a diferença na qualidade das mercadorias e gritante em relaçao as outras lojas da rede , moral da historia so compro na concorrencia