Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 20 de abril de 2017. Atualizado às 00h50.

Jornal do Comércio

Automotor

COMENTAR | CORRIGIR

Importados

Notícia da edição impressa de 20/04/2017. Alterada em 19/04 às 19h49min

Sétima geração do BMW Série 5 chega às revendas da marca em maio

Duas versões para o mercado nacional, a 530i M Sport e a 540i M Sport

Duas versões para o mercado nacional, a 530i M Sport e a 540i M Sport


BMW/DIVULGAÇÃO/JC
Linhas mais arrojadas acentuaram a esportividade do design do carro. A dianteira foi completamente remodelada, com novos para-choques, luzes de neblina em LED e faróis em LED integrados à dupla grade frontal, característica da BMW, que aumentou e agregou uma câmera central para auxiliar na hora de estacionar e evitar colisões. Também redesenhada, a traseira exibe lanternas mais longas 100% LED.
No tamanho, o sedã executivo cresceu em todas as direções na comparação com o antecessor. Passa a medir 4,93 metros de comprimento, 1,86 m de largura, 1,47 m de altura e 2,97 m de distância entre-eixos.
O ganho de corpo refletiu em maior espaço interno. Assim, motorista e ocupantes desfrutam de espaço para cabeça, pernas, joelhos e ombros mais generoso. O porta-malas também foi beneficiado, subindo sua capacidade em 10 litros, para 530 litros.
Em relação ao modelo anterior, a suspensão da Série 5 adotou uma nova calibração. Os eixos dianteiro e traseiro, com dois e cinco braços respectivamente, têm nova geometria e diversos componentes de liga-leve, para perfeiçoar o equilíbrio entre dinâmica e conforto.
A carroceria possui distribuição igual de peso nos eixos - marca registrada da BMW -, oferecendo uma estrutura leve e com excelente rigidez torcional. A larga utilização de estruturas de alumínio também causou uma redução de 100 quilos no peso do veículo.
Os novos motores do BMW Série 5 pertencem à família TwinPower Turbo. No Brasil, estão disponíveis duas variantes a gasolina, associadas a uma transmissão automática de oito marchas e à tração traseira.
O 2.0 de quatro cilindros em linha do BMW 530i entrega potência máxima de 252 cv entre 5.200 e 6.500 rpm e torque máximo de 350 Nm entre 1.450 e 4.800 giros. O BMW 540i, por sua vez, traz sob o capô um 3.0 de seis cilindros em linha, o qual rende 340 cv de potência entre 5.500 e 6.500 rpm e 450 Nm de torque entre 1.380 e 5.200 giros. Ambos os modelos alcançam velocidade máxima de 250 km/h.
Novos sistemas de assistência ao condutor aproximam a Série 5 da condução autônoma. O auxiliar de direção e de pista mantém o automóvel na trajetória em velocidades até 210 km/h, orientando-se tanto pelo veículo à frente como pelas marcações e faixas na pista. Em velocidades entre 30 e 70 km/h, corrige a rota sem interferência do motorista.
O auxílio de evasão ajusta a trajetória em caso de mudança brusca de direção. Além disso, emprega sensores para detectar quanto espaço livre está disponível ao redor do carro. Funciona em velocidades até 160 km/h.
O aviso de trânsito perpendicular usa sensores de radar para monitorar o tráfego em junções de difícil ângulo de visão. O aviso de colisão lateral faz o volante vibrar caso outro veículo se aproxime muito: detectando espaço suficiente no lado oposto, o recurso conduz o Série 5 para afastá-lo da zona de perigo (ativo entre 30 km/h e 210 km/h).
Por fim, o controle de cruzeiro adaptativo agora leva em conta as saídas das rodovias e rotatórias, adaptando a aceleração nessas situações. Além disso, detecta não só o veículo diretamente à frente, mas também o que lidera o comboio. Funciona até 210 km/h.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia