Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 13 de março de 2017. Atualizado às 22h32.

Jornal do Comércio

Opinião

CORRIGIR

artigo

Notícia da edição impressa de 14/03/2017. Alterada em 13/03 às 22h36min

O impacto na vida de quem produz

Luciano Pinto
O gigantismo estatal impacta severamente o setor produtivo. A máquina pública, pretendendo ser onipresente, tomou para si muitas responsabilidades, gerando enormes arcabouços legais e burocráticos. E quando ela não cumpre sua função, prejudica a todos.
Uma clara amostra disso são os acessos municipais. Hoje, 64 municípios gaúchos ainda não têm pavimentação nas estradas que ligam a cidade às rodovias. Os prejuízos dessa situação são conhecidos. O escoamento da produção agrícola fica mais difícil e caro; indústrias desistem de se instalar naquele município, deixando de gerar emprego e renda.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia