'Marca é um conjunto de valores e atributos tangíveis e intangíveis'



Mércio Tumelero, diretor-presidente do Jornal do Comércio
Crédito: JONATHAN HECKLER/JC

Em uma era marcada por tantas crises de imagem e reputação, escândalos, polêmicas e repercussões negativas, o presidente do Jornal do Comércio, Mércio Tumelero, destacou, durante a abertura do evento Marcas de Quem Decide, na manhã de ontem, que "marca não é só um logotipo estampado no produto, mas um conjunto de valores e atributos tangíveis e intangíveis que ela carrega". Por isso, empresas que investem na credibilidade e fortalecimento da sua marca são premiadas e reconhecidas.
Tumelero lembrou que a construção de uma marca é uma obra empresarial, que leva tempo e precisa ser feita com disciplina e profissionalismo. "Tamanha é a importância das marcas que, durante esses 19 anos, nós do Jornal do Comércio procuramos apresentar um trabalho editorial cada vez mais aprimorado, pautado pela qualidade e credibilidade, com o objetivo de entregar informações confiáveis e relevantes para as decisões estratégicas de suas empresas", acrescentou.
Como exemplo dos investimentos realizados recentemente, ele citou o aprimoramento da área digital do Jornal do Comércio, que está presente em todas as plataformas, com softwares de última geração, incluindo aplicativo para Android e iPhone, newsletter, site mobile e as principais redes sociais. Tumelero ressaltou também que, em 2015, foi criado, em parceria com a Pucrs, o caderno semanal GeraçãoE, que é dirigido por uma equipe jovem, com matérias exclusivas sobre empreendedorismo e que está fazendo muito sucesso.
Para finalizar, chamou a atenção para os 84 anos de atividades ininterruptas do Jornal do Comércio e os 19 anos do Marcas de Quem Decide, estudo amplo e abrangente, realizado anualmente em conjunto com a Qualidata, que possibilita ao mercado acompanhar a movimentação das principais marcas do Rio Grande do Sul. "O Jornal do Comércio construiu uma marca forte ao entregar conteúdo relevante e de credibilidade para um público formador de opinião, constituído por pessoas que realmente decidem", concluiu.


Publicado em 07/03/2017.