Marcas de Quem Decide: música para encantar a festa das mais lembradas e preferidas



Apresentação reuniu profissionais de comunicação, presidentes de entidades e empresários ligados as marcas
Crédito: JONATHAN HECKLER/JC

O evento de divulgação da pesquisa Marcas de Quem Decide lotou o Centro de Eventos do Hotel Plaza São Rafael, no Centro Histórico de Porto Alegre, na manhã desta terça-feira. O encontro começou encantando os convidados, com a entrada pelos corredores do refinado trio vocal Grupo Boss, um dos espetáculos da D’arte Multiarte, interpretando clássicos internacionais de diferentes épocas.
A festa do mundo mágico das marcas pela 19ª vez iniciava uma cumplicidade com um público formado por publicitários, jornalistas, presidentes de entidades e empresários ligados as marcas que lideram não só a lembrança como também a preferência dos executivos e gestores gaúchos na pesquisa Marcas de Quem Decide.
Todos foram recepcionados pelo presidente do Jornal do Comércio, Mércio Tumelero. Ele ressaltou o estudo amplo desenvolvido pelo Jornal do Comércio em parceria com a Qualidata que mostra a marca não como um logotipo, mas um conjunto de fatores tangíveis e intangíveis. "Leva tempo e precisa ser feito com disciplina e profissionalismo."
Neste ano, nas conversas durante o café da manhã, nas imagens dos telões, nos discursos, surgiram as palavras tão presentes no marketing atual, como mobile, Big Data, e Analytics, inteligência artificial, realidade aumentada, drones, robótica e Internet das Coisas, que são as novas tecnologias que chegam para ajudar no sucesso de uma marca e de medir seus altos e baixos. A grande preocupação dos empresários é como trabalhar corretamente com essas tecnologias tão recentes.
"A pesquisa Marcas de Quem Decide cresce de importância neste momento de profunda transformação de um novo consumidor mobile", observa o diretor comercial do JC, Luiz Borges.
É preciso buscar formas de mostrar a marca de uma forma sedutora em todas as plataformas disponíveis, tão acessadas pelos consumidores. Tudo isso porque aquele consumidor que ficava no sofá assistindo televisão e recebendo as mensagens das marcas praticamente não existe mais. Agora, ele está em toda a parte e ao mesmo tempo virou o centro de tudo. Ele quer experiências individualizadas, personalizadas, através das novas tecnologias. Com um smartphone nas mãos, ele troca de marca como uma criança troca de brinquedo.
E tem sido um desafio para as empresas responderem no tempo que as pessoas gostariam. Seus propósitos, sua ética, devem estar claros em seus atos, no seu dia a dia. O mundo digital é assim. Hoje, as marcas estão cada vez mais transparentes e o posicionamento estratégico envolve diversos espaços nas redes sociais, no site, no Facebook e qualquer deslize pode ser fatal.

Líderes empresariais participam do evento

As principais lideranças empresariais de Porto Alegre participaram do Marcas de Quem Decide: Alcides Debus, presidente da CDL; Antônio Carlos Palácios, presidente do CRC-RS; Antônio Cesa Longo, presidente da Agas; Cláudia Horbe, gerente de marketing da Rede Plaza; Cleber Benvegnú, secretário estadual de Comunicação; Derly Fialho, diretor-superintendente do Sebrae/RS; Gedeão Pereira, vice-presidente da Farsul; Heitor Müller, presidente do Sistema Fiergs; Zeca Honorato, presidente da ARP; José Tadeu Jacoby, vice presidente do Sescon-RS; Paulo Afonso Pereira, presidente da ACPA, Paulo Kruse, presidente do Sindilojas, Simone Leite, presidente da Federasul; Vitor Augusto Koch, presidente da FCDL; Zildo De Marchi, presidente do Sindiatacadistas; Leonardo Ely Schreiner, vice-presidente da Fecomércio; Joel Queiroz de Lima, diretor regional do Bradesco; Claudio Lamachia, presidente nacional da OAB.


Publicado em 08/03/2017.