Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 20 de março de 2017. Atualizado às 17h18.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Segurança pública

Notícia da edição impressa de 20/03/2017. Alterada em 20/03 às 17h22min

Charqueadas receberá novo presídio federal

Serraglio (c) confirmou casa prisional com capacidade para 220 presos

Serraglio (c) confirmou casa prisional com capacidade para 220 presos


Luiz Chaves/Palácio Piratini/Divulgação/JC
As conjecturas já aconteciam há meses, mas a confirmação veio na manhã de sexta-feira - o Rio Grande do Sul terá um novo presídio federal para aliviar a superlotação das casas prisionais, a ser construído em Charqueadas. O local terá capacidade para abrigar 220 presos. Dezessete municípios se ofereceram para sediar o espaço. O anúncio foi feito durante visita a Porto Alegre do ministro da Justiça, Osmar Serraglio. Esse será um dos cinco presídios federais construídos em todo o Brasil.
O investimento será de R$ 60 milhões. Foi definida uma área de 25 hectares onde será executada a prisão. O terreno oferecido está de acordo com as necessidades (é próximo a uma rodovia e a um aeroporto com voos comerciais), mas ainda precisa passar por vistoria do Ministério da Justiça antes de a pasta determinar uma data para o início da obra. A partir da ordem de início, a Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP) estima em um ano de trabalho até sua conclusão.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia