Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 20 de março de 2017. Atualizado às 13h41.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Inter

Alterada em 20/03 às 13h43min

Inter comemora vitória e diz que CAS julgará 'caso Victor Ramos' em abril

O Internacional alega que o Vitória escalou irregularmente Victor Ramos durante o Brasileirão do ano passado

O Internacional alega que o Vitória escalou irregularmente Victor Ramos durante o Brasileirão do ano passado


ESPORTE CLUBE VITÓRIA /DIVULGAÇÃO/JC
O Internacional julga ter conseguido uma grande vitória em sua batalha para não ter que jogar a Série B depois de ser rebaixado em campo. Nesta segunda-feira, o clube divulgou que a Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) marcou para o próximo dia 4 de abril o julgamento do recurso colorado contra a escalação de Victor Ramos pelo Vitória.
"Agora é oficial: a audiência do caso relativo à irregularidade de inscrição do atleta Victor Ramos foi marcada para 04 de abril pela CAS", postou no Twitter o vice-presidente jurídico do Inter, Gustavo Juchem. No calendário de julgamentos no site da corte suíça, porém, não consta esse julgamento.
O Internacional alega que o Vitória escalou irregularmente Victor Ramos durante o Brasileirão do ano passado, argumentando que o jogador não voltou a ser registrado no Monterrey, do México, depois do fim do empréstimo ao Palmeiras, em 2015. Assim, a transferência dele para o Vitória seria internacional, não nacional.
O clube se apegou a essa tese na reta final do Campeonato Brasileiro, mas o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) descartou a denúncia, rejeitando um possível "tapetão" no torneio. Aí, restou ao Inter apelar à CAS.
Até esta segunda-feira, porém, não havia uma data para julgamento. O medo do Inter era que a CAS só avaliasse o caso depois de já iniciado o Brasileirão. A CBF, a CAS e o Vitória ainda não se pronunciaram sobre a data divulgada pelo Inter.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia