Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 19 de março de 2017. Atualizado às 18h48.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato gaúcho

18/03/2017 - 22h16min. Alterada em 18/03 às 22h32min

Em dia de homenagens no Beira-Rio, Inter vence São Paulo e sobe para 6º lugar

Nico Lopez anotou o único tento da partida

Nico Lopez anotou o único tento da partida


RICARDO DUARTE/Inter/Divulgação/JC
Agência estado
Em dia de homenagens no Beira-Rio, o Internacional venceu o São Paulo-RS por 1 a 0 neste sábado e entrou para o grupo de classificação para as quartas de final do Campeonato Gaúcho. O gol da partida foi marcado por Nico López aos 44 minutos do primeiro tempo.
Antes de a bola rolar, o Internacional prestou três homenagens. Primeiro, por conta do Dia da Mulher, autorizou que as mulheres entrassem gratuitamente no estádio. Nas redes sociais e no placar do estádio, lembrou do atacante Fernandão, que morreu em 2014 e completaria 39 anos neste sábado.
"Há 39 anos tu nascia destinado a marcar a história do Inter e dos colorados. F9, és eterno em nossos corações", escreveu o clube. Fernandão chegou a ser técnico e dirigente do Internacional após encerrar a carreira. Ele morreu após a queda do helicóptero em que viajava na cidade de Aruanã, em Goiás.
Em campo, os torcedores e o clube homenagearam o meia D'Alessandro, que completou 350 jogos pelo time colorado. O jogador usou uma braçadeira especial com o número de partidas estampado.
Após o apito do árbitro, o São Paulo tratou de se encolher no campo de defesa à espera de um contra-ataque (que não veio) para definir a partida. O Internacional pressionava e teve grande chance de abrir o marcador aos 32. William cruzou na área, Brenner desviou e o goleiro Roballo pulou no canto para fazer grande defesa.
No último minuto da primeira etapa, Brenner recebeu lançamento de Carlos, limpou o goleiro Roballo mas ficou sem ângulo. O centroavante rolou para trás e tocou para Nico López. O uruguaio dominou e mandou para as redes.
O São Paulo precisou sair para o jogo na segunda etapa e criou boas chances para conseguir o empate. Sorte do Internacional que o goleiro Danilo Fernandes estava em dia inspirado e conseguiu conter as investidas do adversário.
Fidélis roubou bola pela direita, avançou e tocou para Chico, que chutou na rede pelo lado de fora. Pouco depois, Fidélis aproveitou cruzamento e bateu forte. Danilo voou no canto para fazer grande defesa. Nos acréscimos, Fred aproveitou uma bola que desviou em Rodrigo Dourado e chutou para nova defesa de Danilo Fernandes.
Internacional 1 x 0 São Paulo
Danilo Fernandes, William, Léo Ortiz, Ernando e Uendel; Rodrigo Dourado, Anselmo e D'Alessandro; Nico López (Valdívia), Carlos e Brenner (Roberson). Técnico: Antonio Carlos Zago.
Roballo; Adriano Lara, Lacerda, Diego Rocha e Henrique; Dema, Fidélis, Cleiton (Welder) e Leomir (Fred); Chico e Neilson (Rafael). Técnico: Gilson Maciel.
Árbitro: Jean Pierre Lima
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Cristiane Fernandes Sanches 18/03/2017 22h55min
Vi o jogo e não gostei do time do Inter. Parece um time de guris brigando com os adversários. Não tem força ofensiva e acho que se a partida fosse no campo deles, não ganharíamos. Esse São de Rio Grande é um time muito valente e perigoso, e, não merece ir para a 2ª Divisão. Quanto ao meu Inter vai ter que melhorar muito, mas, muito mesmo para voltar para a série A do Campeonato Brasileiro. O D'Alexandro não pode ficar chutando bola nos adversários - isso é para jogador de time pequeno da 2ª Div.