Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 20 de março de 2017. Atualizado às 17h54.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

fraude

Alterada em 20/03 às 17h57min

Agricultura fará teleconferência com China para dar explicação sobre Carne Fraca

Técnicos da área internacional do Ministério da Agricultura farão um conference call na noite desta segunda-feira, 20, com homólogos chineses para dar explicações sobre os controles sanitários da carne brasileira, em decorrência das irregularidades reveladas pela Operação Carne Fraca, da Polícia Federal.
A China informou oficialmente ao governo brasileiro que suspenderá as remessas de carne brasileira ao país, até receber esclarecimentos adicionais sobre as medidas de controle sanitário.
A Coreia do Sul, por sua vez, fez um pedido de informações ao governo brasileiro e informou que intensificará o controle sobre os produtos que chegarem ao país. Até agora, as autoridades coreanas vistoriavam 1% da carne brasileira enviada para lá. A inspeção será ampliada para 15%.
Outro grande mercado da carne brasileira, a União Europeia ainda não enviou nenhum comunicado oficial ao Brasil até o momento. Informalmente, a informação obtida pelos técnicos brasileiros é que os europeus suspenderão a importação dos 21 estabelecimentos alvo da operação e solicitarão explicações.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia