Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 20 de março de 2017. Atualizado às 11h55.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Investigação

Alterada em 20/03 às 11h57min

Mais de trinta países compraram nos últimos 60 dias de empresas da Carne Fraca

China, União Europeia, Japão e países do Oriente Médio estão entre os países compradores

China, União Europeia, Japão e países do Oriente Médio estão entre os países compradores


DANIEL GARCIA/AFP/JC
O Ministério da Agricultura divulgou nesta segunda-feira (20), a lista de países que importaram produtos dos estabelecimentos investigados na Operação Carne Fraca nos últimos 60 dias. O levantamento mostra que são 33 os países ou blocos que receberam carnes, miúdos e até mel e própolis produzidos pelas empresas supostamente envolvidas no esquema.
Entre os destinatários dos produtos suspeitos estão os principais mercados brasileiros: China, União Europeia, Japão e países do Oriente Médio, como Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Egito e Kuwait. A relação mostra os frigoríficos, os produtos exportados e os países de destino.
O governo brasileiro decidiu fazer uma fiscalização intensiva nos estabelecimentos envolvidos no esquema investigado pela Polícia Federal, que envolvia a emissão de certificados sanitários a produtos que estavam fora das especificações e até mesmo deteriorados. Com esse trabalho intensivo, nenhum produto sai desses estabelecimentos sem autorização expressa dos fiscais.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia