Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 19 de março de 2017. Atualizado às 21h28.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Investigação

19/03/2017 - 20h24min. Alterada em 19/03 às 21h31min

Temer janta em churrascaria com ministros e embaixadores neste domingo

Temer levou embaixadores a uma churrascaria após discutir medidas para reduzir efeito da Carne Fraca

Temer levou embaixadores a uma churrascaria após discutir medidas para reduzir efeito da Carne Fraca


JOSÉ CRUZ/ABR/JC
O presidente Michel Temer chegou por volta das 19h deste domingo (19), à churrascaria Steak Bull, antigo Porcão, no Lago Sul em Brasília, para participar de um rodízio de carnes, conforme havia prometido ao final da coletiva realizada mais cedo no Palácio do Planalto. Temer se reuniu com representantes do setor agropecuário e embaixadores para tratar dos reflexos da Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal na sexta-feira (17), e que descobriu um esquema de corrupção praticado por frigoríficos brasileiros.
Um detalhe do cardápio, apurado pelo jornal O Estado de S. Paulo, mostra que nem toda a carne servida era de abate nacional, apenas os cortes suínos e de frango. A carne bovina é importada da Argentina, Uruguai e Austrália
Temer, que anunciou uma força tarefa para investigar frigoríficos alvos da ação da PF, está acompanhado de ministros, assessores, do diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello, e embaixadores de países que compram o produto brasileiro. Entre os ministros, Moreira Franco, da Secretaria-Geral da Presidência, Blairo Maggi, da Agricultura, e Marcos Pereira, da Indústria e Comércio Exterior. O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, não está presente.
A comitiva está sentada em uma grande mesa, no centro do restaurante, próximo ao bufê de saladas. Temer está no centro da mesa, ladeado por embaixadores, como o da China. Além do rodízio de carnes, há outros acompanhamentos, como fritas, pastéis, camarões e feijão tropeiro. Temer come apenas as carnes e queijo coalho, além de ingerir uma típica caipirinha brasileira. O preço do rodízio é R$ 119,00, sem as bebidas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia