Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 16 de março de 2017. Atualizado às 22h36.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

tributos

Notícia da edição impressa de 17/03/2017. Alterada em 16/03 às 20h33min

Desonerações previdenciárias a filantrópicas alcançam R$ 11 bilhões

Arrecadação chegou a R$ 51,47 bilhões em 2016, diz Malaquias

Arrecadação chegou a R$ 51,47 bilhões em 2016, diz Malaquias


PEDRO FRAN/AGÊNCIA SENADO/JC
O chefe do Centro de Estudos Tributários e Aduaneiros da Receita Federal, Claudemir Malaquias, apresentou, nesta quinta-feira, dados sobre a evolução da arrecadação previdenciária nos últimos anos, em audiência na Comissão Especial da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) nº 287, da reforma da Previdência, na Câmara dos Deputados. Ele deu ênfase no volume de desonerações de receitas da Previdência, como, por exemplo, na folha de pagamentos de alguns setores e para as entidades de assistência social.
De acordo com ele, a arrecadação previdenciária chegou a R$ 51,474 bilhões em 2016, enquanto as desonerações nessa rubrica ficaram em R$ 20,669 bilhões. Mais da metade dessa renúncia fiscal - R$ 11,033 bilhões - se referiu à isenção da cota patronal concedida às entidades de filantropia, sendo R$ 6,051 bilhões em organizações de saúde, R$ 4,029 bilhões nas de educação e R$ 953 milhões com as de assistência social.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia