Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 16 de março de 2017. Atualizado às 22h30.

Jornal do Comércio

Viver

COMENTAR | CORRIGIR

cinema

Notícia da edição impressa de 17/03/2017. Alterada em 16/03 às 17h43min

Barreira linguística

Fatima mostra dificuldades de uma imigrante argelina na França

Fatima mostra dificuldades de uma imigrante argelina na França


IMOVISION/DIVULGAÇÃO/JC
Personagem que dá nome ao filme, Fatima é uma mulher argelina divorciada que mora na França para proporcionar melhores condições de vida às filhas adolescentes. Apesar de trabalhar há bastante tempo na Europa, ela ainda não domina o idioma, o que dificulta a comunicação com suas filhas: Souad, uma adolescente rebelde de 15 anos, e Nesrine, que, aos 18, começa os estudos em Medicina.
Um dia, enquanto trabalha, a imigrante cai de uma escada e fica debilitada. Enquanto se recupera, a doméstica escreve em árabe tudo o que nunca conseguiu dizer às filhas em francês. O longa venceu o prêmio César de melhor filme, roteiro adaptado e atriz.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia