Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 16 de março de 2017. Atualizado às 22h30.

Jornal do Comércio

Viver

COMENTAR | CORRIGIR

cinema

Notícia da edição impressa de 17/03/2017. Alterada em 16/03 às 17h48min

Revolução em ondas sonoras

Em Fortaleza, Eugenio, Joaquim e João planejam uma revolução e, como ferramenta, utilizam uma rádio clandestina para difundir seus ideais de liberdade. Por meio de poesias, músicas, citações, arquivos de som e provocações, os amigos invadem as transmissões de rádios tradicionais. Aos poucos, os três começam a incomodar poderosos como Franco, empresário influente e magnata do forró, que decide destruir a rádio e a vida dos rapazes. Quando o perigo começa a rondar, surge Salomé, uma ouvinte bela e misteriosa que quer se unir a eles na revolução, mas a chegada da nova integrante pode transformar o destino.
Rodado em Fortaleza, capital cearense, Com os punhos cerrados foi dirigido coletivamente por Luiz Pretti, Pedro Diogenes e Ricardo Pretti e finalizado graças a uma campanha de financiamento coletivo.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia