Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 14 de março de 2017. Atualizado às 22h34.

Jornal do Comércio

Panorama

COMENTAR | CORRIGIR

ESTREIA

Notícia da edição impressa de 15/03/2017. Alterada em 14/03 às 16h59min

Musical A Bela e a Fera chega aos cinemas brasileiros

Emma Watson estrela A Bela e a Fera, megaprodução da Disney que entra em cartaz nesta quinta-feira

Emma Watson estrela A Bela e a Fera, megaprodução da Disney que entra em cartaz nesta quinta-feira


DISNEY/DIVULGAÇÃO/JC
Amanhã, enfim, chega aos cinemas brasileiros a aguardada produção da Disney A Bela e a Fera, estrelada por Emma Watson (a Hermione da saga Harry Potter). Em formato de musical, o longa retoma o clássico conto e os personagens que o público conhece tão bem. Uma das histórias mais amadas de todos os tempos conta a fantástica jornada da jovem Bela, que é aprisionada pela Fera em seu castelo. Apesar de seus medos, ela se torna amiga dos serviçais encantados e aprende a enxergar além do exterior horrendo da besta e percebe o coração gentil do Príncipe que existe em seu interior.
Dirigido por Bill Condon e baseado no filme de animação de 1991, o novo título tem roteiro de Evan Spiliotopoulos, Stephen Chbosky e Bill Condon. Alan Menken, que venceu dois Oscar (Melhor Trilha Original e Melhor Canção) pela animação, fornece a trilha musical, que inclui novas gravações das canções originais compostas por Menken e Howard Ashman, assim como três novos temas compostos por Menken e Tim Rice.
O enredo mostra um jovem Príncipe (Dan Stevens) que vivia em um castelo magnífico. Ele oferecia festas extravagantes que eram frequentadas por debutantes do mundo todo e era paparicado por uma equipe de serviçais que atendiam a cada desejo seu, mas o rapaz havia se tornado insolente e egocêntrico.
Quando uma velha mendiga aparece no castelo buscando abrigo da tempestade e lhe oferece uma única rosa em retorno, ele a rejeita duramente, sem saber que ela era, na verdade, uma feiticeira (Hattie Morahan). Para puni-lo por sua crueldade, ela lança uma maldição sobre o castelo, transformando-o em uma fera e todos os seus habitantes em utensílios domésticos. Para reverter o encanto, ele deve aprender a amar outra pessoa e ser merecedor do seu amor antes que a última pétala de uma rosa encantada caia. Caso contrário, permanecerá uma fera e seus funcionários permanecerão aprisionados em suas formas inanimadas no castelo por toda a eternidade.
Na pequena cidade de Villeneuve, Bela (Emma Watson), uma garota inteligente e espirituosa, realiza suas tarefas diárias, refletindo sobre a monotonia de sua vida provinciana. Extremamente independente e em grande parte do tempo bastante introspectiva, vive com seu pai, Maurice (Kevin Kline), um artista solitário, e é uma leitora ávida que sonha viver aventuras e romance em um mundo muito além dos limites de seu vilarejo francês. Os moradores da cidade, entretanto, não sabem ao certo o que pensar sobre ela, pois sendo tão virtuosa e gentil quanto linda, Bela permanece um completo enigma. Ela rejeita as incessantes investidas do rude e arrogante Gaston (Luke Evans), que chama atenção em um estabelecimento local com seu braço-direito LeFou (Josh Gad) e tem todas as mulheres na palma de sua mão. Gaston é apaixonado por Bela, mas ela é determinada e permanece indiferente ao seu charme.
A trama de A Bela e a Fera começa quando o pai da jovem parte para o mercado e é atacado por lobos. Ele acaba se perdendo na floresta e vai parar no castelo da Fera, agora mais escuro e coberto pelo gelo. Mas o dono do palácio fica enfurecido ao encontrá-lo como um invasor e o aprisiona. Bela fica sabendo do desaparecimento de seu pai e parte em sua procura, encarando a Fera cara a cara, para quem ela suplica pela libertação de Maurice, e acaba trocando sua própria liberdade pela dele.
Enquanto está presa em uma torre, Bela ouve vozes amigáveis - as vozes dos utensílios domésticos encantados, que agora podem falar como consequência do encanto. Ela é apresentada aos antigos membros dos funcionários do castelo, incluindo: Lumière (Ewan McGregor), um candelabro; Horloge (Ian McKellen), um relógio e Madame Samovar (Emma Thompson).
Na esperança de que Bela possa finalmente ser aquela que vai conquistar o coração da Fera, eles assistem e esperam por qualquer sinal de amor verdadeiro, mas Fera é grosseiro e mal-educado e passou a aceitar o seu destino.
A mensagem de que é preciso enxergar além das aparências resume apropriadamente o filme - cuja história embalou muitas infâncias.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia