Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 21 de março de 2017. Atualizado às 16h50.

Jornal do Comércio

JC Logística

COMENTAR | CORRIGIR

Energia

Notícia da edição impressa de 16/03/2017. Alterada em 16/03 às 10h52min

Benefícios da energia solar para as empresas

Custo do sistema é amortizado em até oito anos e durabilidade pode chegar a 30 anos

Custo do sistema é amortizado em até oito anos e durabilidade pode chegar a 30 anos


BLUE SOL - ENERGIA SOLAR/DIVULGAÇÃO/JC
Nos últimos anos, o meio ambiente contribuiu para agravar o panorama econômico com a falta de chuva em quase todo o Brasil. Esse fator impactou fortemente na vida econômica das empresas, que dependem 100% da energia elétrica e esse, por determinação do governo, veio acrescida de uma taxa extra sobre a faixa de consumo. Isso significou aumentos de até 60% na conta no final do mês, sacrificando ou, em alguns casos, destruindo as margens de contribuição e lucro das empresas.
Diante disso, a geração de energia alternativa tornou-se uma saída viável para a empresas e a energia fotovoltaica veio como uma solução que tiraria muita empresas do vermelho. Alternativa que tem sido adotada por empresas de pequeno, médio e grande porte, onde a geração distribuída e benefícios de incentivos governamentais de crédito para a adoção de tecnologias sustentáveis de geração de energia tem sido o grande propulsor. Isso sem considerar os impactos positivos na imagem da empresa, pela adoção de energias renováveis, o que contribui para a sustentabilidade e preservação do meio ambiente.
Este cenário atraiu para o Brasil, rico em insolação em grande parte seu território, empresas internacionais especialistas em exploração de energia limpa. Dentre os novos players que estão investindo pesado no Brasil está a italiana Enerray do Brasil, líder em montagem de usinas fotovoltaicas. Segundo o diretor da empresa, Thomas Kraus, o Brasil é um mercado com perspectivas de crescimento muito significativas a médio e longo prazo e a Enerray pretende se estabelecer como uma importante empresa no setor.
A Enerray do Brasil é subsidiária da SECI Energia da Itália e faz parte do
Gruppo Industriale Maccaferri, com negócios em diversos segmentos e operação mundial. A Enerray usará de sua expertise para a construção de usinas de geração de energia para empresas de todos os portes. Além de instalações em diversas localidades do mundo, de usinas fotovoltaicas para alimentar empresas. A empresa já participa da construção de duas usinas no interior da Bahia. Essas usinas serão responsáveis pela geração de uma produção anual estimada em 700 GWh.
Com empresas em busca a redução de seus custos fixos, o investimento inicial muitas vezes é considerado alto. Mas depois de uma análise de economia mensal na conta de luz, a instalação de painéis de captação de energia solar fotovoltaico tornam-se um ótimo investimento a longo prazo. A conta de energia elétrica diminui consideravelmente, levando em conta o tipo de instalação e as condições do local. O investimento inicial acaba sendo amortizado em média entre quatro e oito anos. Depois desse período toda a energia gerada, teoricamente a custo zero, é contabilizada como economia para a empresa, levando-se em consideração que a vida útil das placas pode chegar a 30 anos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
HDS GRUPO 21/03/2017 13h31min
HDSGRUPOnENGENHARIA DE ENERGIA