Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 14 de março de 2017. Atualizado às 22h34.

Jornal do Comércio

JC Contabilidade

COMENTAR | CORRIGIR

Contas Públicas

Notícia da edição impressa de 15/03/2017. Alterada em 14/03 às 22h23min

Déficit do Rio de Janeiro deve zerar em 2025, aponta estudo

Mesmo se conseguir assinar o plano de recuperação fiscal com o governo federal, o Estado do Rio de Janeiro só conseguirá zerar o déficit de suas contas na virada de 2024 para 2025. O nível de superávit considerado ideal - 10% da receita - para garantir a sustentabilidade das contas seria atingido apenas daqui a 12 anos, em 2029. É o que apontaram simulações feitas pela Instituição Fiscal Independente (IFI) do Senado no segundo relatório de acompanhamento fiscal.
Os dados mostraram que, além de Rio de Janeiro, Minas e Rio Grande do Sul, outros estados são candidatos em potencial a aderirem ao regime de recuperação fiscal, previsto no Projeto de Lei nº 342, em tramitação no Congresso. Entre eles, Bahia, Piauí, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Tocantins e o Distrito Federal, segundo o diretor executivo da IFI, Felipe Salto. "Caso persistam em política pouco austera, são candidatos naturais a terem seu nível de endividamento ampliado."
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia