Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017. Atualizado às 19h03.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

futebol

Alterada em 10/02 às 20h06min

Meia Hugo surpreende e encerra carreira pelo Juventude aos 36 anos

O Juventude anunciou nesta sexta-feira que o meia Hugo, de 36 anos, decidiu abandonar o futebol profissional. O experiente jogador, que atuou em clubes como Flamengo, Corinthians, São Paulo e Grêmio, optou pela aposentadoria após dar início à sua quarta passagem pelo time gaúcho neste ano.
"É com extrema alegria que termino a carreira como jogador profissional. Assim me sinto após 24 anos jogando jogos oficiais em uma carreira com muitas lutas, muitas provas, muitas frustrações e, acima de tudo, com mais vitórias e títulos conquistados, graças a deus. Não é fácil tomar essa decisão, mas em algum momento devemos fazer", declarou o meia.
Contratado para o início da temporada, Hugo foi titular em somente uma das três partidas oficias do Juventude em 2017. O jogador não deixou claro o motivo da surpreendente aposentadoria neste início de ano, mas indicou que a questão física foi fundamental para a decisão.
"Elevo os meus olhos para o céu e agradeço por tudo que o senhor me proporcionou, pela realização da maioria dos meus sonhos. Alguns não foram possíveis de realizar, pois o corpo já não me permite como em outros momentos. Agradeço a todos os clubes onde trabalhei. Clubes pesados, cujas camisas entortam varal e, em especial, ao Juventude, onde tudo praticamente começou", afirmou.
Revelado nas categorias de base do Fluminense, Hugo apareceu no cenário nacional justamente pelo Juventude, em 2003. Em 2005, foi campeão brasileiro pelo Corinthians, título que voltaria a conquistar em 2007 e 2008, pelo São Paulo. Em 2006 e depois em 2010, vestiu as cores do Grêmio. Sua carreira ainda teve passagens por Sport, Goiás, Vitória e Náutico, pelo qual atuou no ano passado.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia