Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017. Atualizado às 18h24.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

e-commerce

17/02/2017 - 13h16min. Alterada em 17/02 às 19h27min

Vendas do e-commerce devem crescer 12% em 2017, projeta Ebit

Após terem registrado o pior desempenho em 15 anos, as vendas do comércio eletrônico devem se acelerar em 2017, segundo estimativa da Ebit, empresa de informações sobre o varejo eletrônico. A previsão é de que o setor cresça 12% este ano, atingindo faturamento de R$ 49,7 bilhões.
Se confirmada a expectativa para 2017, as vendas online estarão retomando um ritmo de crescimento da ordem de dois dígitos após uma forte desaceleração em 2016. O e-commerce brasileiro fechou 2016 com faturamento de R$ 44,4 bilhões, crescimento nominal de 7,4% ante os R$ 41,3 bilhões registrados em 2015, segundo levantamento da Ebit.
A perspectiva é ainda de uma melhora na quantidade de pedidos feitos por internet. Enquanto no ano passado as vendas cresceram unicamente por aumentos no preço médio das compras e o volume ficou estagnado, para 2017 a Ebit espera alta de 3,5% no volume de pedidos. A estimativa é ainda de um crescimento de 8% no tíquete médio, atingindo o valor médio anual de R$ 452, com uma maior venda de produtos de maior valor agregado.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia